English Espaol

Buscar artigos: em     Busca Avançada

RGO - Revista Gaúcha de Odontologia > Vol. 54, N° 3 (2006)

open journal systems


Análise da freqüência de doença periodontal em indivíduos acometidos por acidente vascular cerebral isquêmico no Hospital Universitário Sul-Fluminense de Vassouras e Santa Casa de Misericórdia de Barra do Piraí – RJ: alerta preventivo

Adriane Cristina Richa FERREIRA
Eduardo Saba-Chujfi



Resumo

O presente estudo avaliou a severidade da doença periodontal em pacientes que apresentavam AVC-I (acidente vascular cerebral isquêmico), na busca de uma possível associação entre as duas patologias. Foram examinados 100 pacientes sendo 50 com diagnóstico médico de AVC-I (grupo caso) e 50 pacientes que não apresentavam AVC-I (grupo controle). A faixa etária da população estudada compreendia entre 40 e 70 anos. Os pacientes foram examinados no Hospital Universitário Sul Fluminense (Vassouras – RJ) e Santa Casa de Misericórdia (Barra do Piraí – RJ) no período de dezembro de 2002 a junho de 2005. Foram coletados dados do prontuário médico, do questionário respondido pelo paciente e do exame clínico periodontal. Os resultados revelaram que índice de placa > 72,4 é risco para AVC-I e representa no mínimo 5,3 vezes mais chance de desenvolver tal patologia. As variáveis: PA máx e mín, e índice de placa apresentaram diferença significativa quando comparados os grupos caso e controle. Os resultados estatísticos não mostraram que o grau da doença periodontal está associado ao maior risco de AVC-I nesta amostra. Apesar disto, os resultados dos gráficos revelam que todas as variáveis: cor gengival, supuração, mobilidade e severidade da doença periodontal se mostraram superiores no grupo caso (AVC-I).

Texto completo: PDF



Research
Support Tool
  For this
avaliação pelos pares artigo
  Context
  Action

Capa | Atual | Arquivos | Sobre | Avisar | Contato | Buscar | Acesso