English Espaol

Buscar artigos: em     Busca Avançada

RGO - Revista Gaúcha de Odontologia > Vol. 57, N° 4 (2009)

open journal systems


Remoção da saburra lingual: comparação da eficiência de três técnicas / Tongue coating removal: comparison of the efficiency of three techniques

Luciana Sassa MAROCCHIO
Maurício Duarte da CONCEIÇÃO
Olinda TÁRZIA



Resumo

Objetivo: Comparar a eficiência de três técnicas de limpeza da língua, através da quantidade de saburra lingual removida em cada técnica. Métodos: Foram realizadas limpezas das línguas, utilizando uma escova de dentes Oral B 30, (Procter&Gamble, São Paulo, Brasil), um raspador de língua Saúde Bucal (Odomed, São Paulo, Brasil) e uma nova técnica de limpeza da língua, com o limpador de língua com cerdas e aresta raspadora e solução em spray para limpeza da língua, Hálito Fresco® (Halitus, Campinas, Brasil). Quinze voluntários saudáveis submeteram-se a cada uma das técnicas, uma vez a cada 21 dias. Os voluntários foram orientados a não efetuar nenhum procedimento de limpeza da língua nas 48 horas anteriores à aplicação de cada técnica. Em cada sessão, realizava-se uma das técnicas de limpeza da língua, de modo já padronizado, coletando a saburra removida em um tubo de ensaio. Resultados: Os resultados eram obtidos através do peso do tubo com a saburra lingual (peso final) subtraído do peso do tubo vazio. Nossos achados demonstraram que a nova técnica de limpeza da língua (combinação de limpador de língua com escova e aresta raspadora, e uma solução em spray para limpeza da língua) foi superior quanto à remoção de saburra lingual, quando comparada às outras, provavelmente devido à técnica e materiais utilizados. Conclusão: A limpeza da língua, quando realizada dentro de uma técnica específica, associada a produtos que potencializem a ação de limpeza, possibilita alcançar resultados superiores, permitindo uma maior remoção de saburra lingual.

Termos de indexação: compostos de enxofre; halitose; língua.


Abstract

Objective: Compare the efficiency of three techniques for tongue cleaning, by comparison of the amount of tongue coating removed by each technique. Methods: Tongue cleaning was performed using an Oral B 30 (Procter&Gamble, São Paulo, Brasil) toothbrush; a Saude Bucal (Odomed, São Paulo, Brasil) tongue scraper, and a new tongue cleaning technique, consisting of a tongue cleaner with bristles and a scraping edge and a Halitus® (Halitus, Campinas, Brasil) tongue cleaning spray solution. The study design used 15 healthy volunteers who were submitted to each of the tongue cleaning techniques, once every 21 days. The volunteers were instructed to abstain from any procedure to clean their tongues, for 48 hours before the application of each technique. At each scheduled time, a dental professional performed a single standardized tongue cleaning procedure using one of the cleaning methods, and inserted the removed tongue coating into a test tube. Results: The results were obtained by weighing the tube test with tongue coating after the cleaning procedure (final weight) deducting the weight of the empty tube test (initial weight). The findings showed that the new tongue cleaning technique (combination of a tongue cleaner with brush and scraper plus a tongue cleaning spray solution) was statistically superior in removing tongue coating when compared with the tongue scraper or toothbrush, probably due to the technique and materials used. Conclusion: The tongue cleaning procedure, when performed within a specific technique, associated with products that improve the cleaning action, makes possible to reach better results, allowing the removal of more tongue coating.

Indexing terms: sulfur compounds; halitosis; tongue.


Texto completo: PDF



Research
Support Tool
  For this
avaliação pelos pares artigo
  Context
  Action

Capa | Atual | Arquivos | Sobre | Avisar | Contato | Buscar | Acesso