English Espaol

Buscar artigos: em     Busca Avançada

RGO - Revista Gaúcha de Odontologia > Vol. 58, N° 2 (2010)

open journal systems


Efeito das técnicas de inclusão convencional e rápida sobre a resistência ao impacto de revestimentos odontológicos / Effect of the conventional and fast inclusion techniques on the impact strength of dental investments

André Vinícius MARCHIORI
Eulália Maria Martins da SILVA
Michele Marques ZEQUETTO



Resumo

Objetivos: Comparar a resistência ao impacto de revestimentos submetidos a duas diferentes técnicas de inclusão. Métodos: Foram utilizados quatro revestimentos (All Therm - R1; Flash - R2, Heat Shock - R3 e Micro Fine - R4) em duas diferentes técnicas de inclusão (Convencional - T1 ou Rápida - T2). Os corpos-de-prova de cada grupo (n=15) foram obtidos por meio de uma matriz de silicone (70mmx12mmx12mm), vazando-se os revestimentos proporcionados e manipulados conforme as recomendações dos fabricantes. Após aquecimento em forno, foram submetidos ao teste de resistência ao impacto, com potência de trabalho de 40Kpcm, correspondente a 3,94J. Resultados: Em ordem decrescente de valores de resistência ao impacto (kJ/m2), os grupos se distribuíram da seguinte forma: R3T1 (1,34±0,11); R3T2 (1,22±0,07); R4T2 (1,21±0,09); R2T1 (1,16±0,10); R4T1 (1,16±0,07); R1T2 (1,12±0,07); R2T2 (1,12±0,08) e R1T1 (1,09±0,10). Nenhum grupo apresentou valor significantemente diferente (p>0,05) quanto ao fator técnica. Entre os grupos T1 só R3 diferiu dos demais revestimentos e entre os grupos T2, R3 e R4 apresentaram maiores valores. Conclusão: As diferentes técnicas de inclusão não exerceram influência sobre a resistência ao impacto dos revestimentos testados.

Termos de indexação: revestimento para fundição odontológica; materiais dentários; técnica de fundição odontológica.


ABSTRACT

Objectives: Compare the impact strength of investments submitted to two different investing techniques. Methods: Four investments were used (All Therm - R1; Flash - R2, Heat Shock - R3 and Micro Fine - R4) in two different investing techniques (Conventional - T1 or Accelerated - T2). Each group sample (n=15) was obtained by means of a silicone die (70mmx12mmx12mm), and the investments were poured according to the manufacturers instructions. After heating in an oven, the samples were submitted to the impact test with an impact load of 40Kpcm, corresponding to 3.94J. Results: The following impact strength values were obtained (kJ/m2) in decreasing order: R3T1 (1.348±0.116); R3T2 (1.221±0.075); R4T2 (1.217±0.096); R2T1 (1.162±0.101); R4T1 (1.162±0.075); R1T2 (1.126±0.077); R2T2 (1.126±0.085) and R1T1 (1.099±0.106). No group presented a significantly different value (p>.05) with regard to technique. Among the T1 groups, only R3 differed from the other investments and among the T2 groups, R3 and R4 presented higher values. Conclusion: Different investing techniques did not influence the impact strength of the tested investments.

Indexing terms: dental casting investment; dental materials; dental casting technique.


Texto completo: PDF



Research
Support Tool
  For this
avaliação pelos pares artigo
  Context
  Action

Capa | Atual | Arquivos | Sobre | Avisar | Contato | Buscar | Acesso