English Espaol

Buscar artigos: em     Busca Avançada

RGO - Revista Gaúcha de Odontologia > Vol. 55, N° 1 (2007)

open journal systems


O papel da anatomia radicular na colocação de pinos pré-fabricados: uma visão endodôntica

Erick Miranda SOUZA
Fernanda Geraldes PAPPEN
Denise Piotto LEONARDI
Vitor Obergoso FLORES
Fábio Luiz Camargo Vilela BERBERTT



Resumo

O tratamento de escolha para a reabilitação de dentes tratados endodonticamente passa pela colocação de pino intra-radicular para adaptação de uma coroa protética. Atualmente vários sistemas de pinos pré-fabricados indicam a utilização de fresas específicas para adaptação da anatomia do canal radicular à anatomia do pino. Esta situação tem levado profissionais a promover desgastes na estrutura dental além dos limites aceitáveis tornando o elemento dental mais susceptível ao insucesso pela possibilidade de perfuração e/ou enfraquecimento da estrutura dental remanescente. O objetivo desta revisão é trazer ao reabilitador oral uma visão ampla e objetiva da anatomia radicular com um enfoque baseado em recentes evidências científicas a fim de demonstrar que é injustificável o risco de desgastes sucessivos do espaço do canal radicular. A análise dos resultados demonstra que a espessura dentinária em vários grupos dentários é muito precária mesmo antes do preparo endodôntico, e que dados de espessura dentinária obtidos por meio de exame radiográficos podem levar a sérias iatrogenias. Desta forma, conclui-se que a preparação do canal radicular além da configuração já estabelecida pelo preparo biomecânico é desnecessária e de alto risco. A indústria de pinos pré-fabricados deve se adaptar a realidade da diversidade anatômica e não a via oposta.

Termos de indexação: técnica para retentor intra-radicular; raiz dentária; preparo prostodôntico do dente.


Texto completo: PDF



Research
Support Tool
  For this
avaliação pelos pares
  Context
  Action

Capa | Atual | Arquivos | Sobre | Avisar | Contato | Buscar | Acesso