English Espaol

Buscar artigos: em     Busca Avançada

RGO - Revista Gaúcha de Odontologia > Vol. 56, N° 3 (2008)

open journal systems


Estudo quimiométrico qualitativo da polimerização de resina composta

Raimundo Rosendo PRADO JÚNIOR
José Machado MOITA NETO
Regina Ferraz MENDES
Daniela Moura PARENTE



Resumo

Objetivo: O experimento objetivou avaliar o efeito que diferentes técnicas de polimerização produzem na cor da resina composta quando
esta é submetida à pigmentação por solução de café.
Métodos: Corpos de prova de resina TPH Spectrum foram confeccionados, polimerizando-se a resina com equipamentos de luz halógena convencional, por dois períodos de tempo (10 e 40 segundos), a zero e dez milímetros de distância da superfície da resina. Após a confecção,
alguns corpos de prova foram imersos em solução de café por 24horas, e outros, por sete dias, para avaliar a suscetibilidade ao manchamento. Dez avaliadores classificaram os corpos de prova em ordem decrescente de manchamento.
Resultados: Os corpos de prova que foram polimerizados por 10 segundos mostraram-se mais suscetíveis ao manchamento pelo café que aqueles que foram polimerizados por 40 segundos. Os corpos de prova que ficaram imersos em café por sete dias mostraram-se mais suscetíveis ao manchamento pelo café que aqueles cujo período de imersão foi de 24 horas.
Conclusão: As variáveis tempo de polimerização e tempo de imersão em café foram determinantes na estabilidade de cor da resina composta
estudada. Entretanto, a distância entre a ponta emissora da fonte de luz e a superfície da resina não se mostrou significativa quanto
à estabilidade de cor.

Termos de indexação: resinas compostas; cor; pigmentação.


Texto completo: PDF



Research
Support Tool
  For this
avaliação pelos pares artigo
  Context
  Action

Capa | Atual | Arquivos | Sobre | Avisar | Contato | Buscar | Acesso