English Espaol

Buscar artigos: em     Busca Avançada

RGO - Revista Gaúcha de Odontologia > Vol. 57, N° 1 (2009)

open journal systems


Avaliação da saúde gengival em crianças que frequentaram o programa preventivo para gestantes e bebês na cidade de Teresina / Evaluating gingival health of children who attended the Preventive Program for pregnant women and babies in the city of Teresina

Lucia de Fátima Almeida de Deus MOURA
Marcoeli Silva de MOURA
Marina de Deus Moura de LIMA
Wagner Leal de MOURA



Resumo

Objetivos: Avaliar a saúde gengival de crianças que participaram do Programa Preventivo para Gestantes e Bebês e correlacionar os resultados obtidos com a assiduidade às consultas do programa, com hábitos de higiene bucal, escolaridade materna, renda familiar, idade da criança e número de superfícies cariadas. Métodos: Foram selecionados 341 pacientes, divididos em dois grupos para efeitos comparativos. O grupo 1 (experimental) foi composto por 262 crianças de ambos os gêneros, nas idades de três a seis anos e que frequentaram o Programa Preventivo para Gestantes e Bebês; já o grupo 2 (controle) foi constituído de 79 crianças na mesma faixa etária e que não frequentaram o Programa Preventivo para Gestantes e Bebês, mas eram atendidas no Instituto de Perinatologia Social do Piauí por outros profissionais de saúde. Os exames foram realizados em consultórios odontológicos para determinação do Índice de Sangramento Gengival. Resultados: Observou-se que 74,8% das crianças do grupo experimental e 82,3% do grupo controle apresentaram sangramento gengival em algum sítio avaliado. Valores mais baixos do Índice de Sangramento Gengival foram relacionados à maior escolaridade das mães, supervisão ou realização da escovação por adultos e aumento do número de escovações diárias. O teste do Qui Quadrado evidencia que as variáveis são dependentes (p<0,001), ou seja, o Índice de Sangramento Gengival está condicionado ao número de consultas ao Programa Preventivo para Gestantes e Bebês. O coeficiente de Spearman = -0,292 comprova que, quanto maior o número de consultas ao programa, menor é o Índice de Sangramento Gengival (p<0,001). Conclusão: As crianças que apresentaram menores índices de sangramento gengival foram aquelas que frequentaram com maior assiduidade as consultas de manutenção preventiva do Programa Preventivo para Gestantes e Bebês.

Termos de indexação: gengivite; índice periodontal; saúde bucal; odontopediatria.



Abstarct

Objective: To assess the gingival health of children who attended the Preventive Program for pregnant women and babies and correlate the results obtained with the assiduousness of attending the consultations offered by the program, oral hygiene habits, mother’s educational level, family income, child’s age and the number of carious surfaces. Methods: Three hundred and forty-one patients were selected, and divided into two groups for comparative purposes. Group 1 (experimental) was composed of 262 children of both sexes, between the ages of three and six, who attended the Preventive Program for pregnant women and babies; Group 2 (control) consisted of 79 children in the same age group, who did not attend the Preventive Program for pregnant women and babies, but who were attended at the Social Perinatological Institute of Piaui by other health professionals. The exams were performed in dental offices to determine the Gingival Bleeding Index. Results: It was noted that 74.8% of the children from experimental group and 82.3% of control group presented gingival bleeding in one of the sites assessed. Lower Gingival Bleeding Index values were related to the higher educational level of the mothers, supervision or brushing by adults and increase in the number of daily brushings. The Chi-square test showed that the variables are dependent (p<0.001), that is, Gingival Bleeding Index is subject to the number of consultations attended at the Preventive Program for pregnant women and babies. Spearman’s Coefficient (= -0.292) proved that the higher the number of consultations attended at the program, the lower was the Gingival Bleeding Index (p<0.001). Conclusion: The children who presented the lowest gingival bleeding indexes were those who most assiduously attended the preventive maintenance consultations of the Preventive Program for pregnant women and babies.

Indexing terms: gingivitis; periodontal index; oral health; pediatric dentistry.


Texto completo: PDF



Research
Support Tool
  For this
avaliação pelos pares artigo
  Context
  Action

Capa | Atual | Arquivos | Sobre | Avisar | Contato | Buscar | Acesso