English Espaol

Buscar artigos: em     Busca Avançada

RGO - Revista Gaúcha de Odontologia > Vol. 55, N° 1 (2007)

open journal systems


Análise da eficácia antimicrobiana dos alginatos autodesinfetantes

Renata Antunes ESTEVES
Esmeralda Gonçalves de SOUSA
Aluísio Ferreira CELESTINO JUNIOR
Kalena de Melo MARANHÃO
Simone Soares PEDROSA
Lurdete Maria Rocha GAUCH



Resumo

Objetivos: Avaliar in vitro a efetividade antimicrobiana dos alginatos autodesinfetantes quando comparados aos alginatos convencionais, às soluções desinfetantes de hipoclorito de sódio a 1% e clorexidina a 2%.
Métodos: O método da difusão em ágar foi empregado; microorganismos utilizados para o ensaio experimental foram o Streptococcus mutans e Staphylococcus aureus. Resultados: uma marcante diferença entre os alginatos foi encontrada. O hidrocolóide irreversível contendo clorexidina, as soluções de hipoclorito de sódio a 1% e clorexidina a 2% exibiram atividade antimicrobiana para os Streptococcus mutans. Conclusão: No entanto, somente as soluções de hipoclorito de sódio a 1% e clorexidina a 2% exibiram eficácia quanto a ação antimicrobiana para os Staphylococcus aureus, tendo o alginato autodesinfetante se mostrado resistente para este tipo de microorganismo.

Termos de indexação: contaminação; desinfecção; materiais para moldagem odontológica.


Texto completo: PDF



Research
Support Tool
  For this
avaliação pelos pares artigo
  Context
  Action

Capa | Atual | Arquivos | Sobre | Avisar | Contato | Buscar | Acesso