English Espaol

Buscar artigos: em     Busca Avançada

RGO - Revista Gaúcha de Odontologia > Vol. 61, N° 1 (2013)

open journal systems


The approval rating through the use of an interocclusal device / Grau de satisfação pelo uso de um dispositivo interoclusal

Luis Fernando PEGADO
Flávio Lombardi SILVA
Eduardo GROSSMANN
Antônio Sérgio GUIMARÃES



Resumo

ABSTRACT

Objective
The objective of this study was to assess the approval rating of patients with muscular and/or joint TMD during the use of an interocclusal device.

Methods
51 consenting patients were selected with muscular and/or joint TMD, according to the criteria of the Research Diagnostic Criteria protocol (RDC/TMD) and needing the use of an interocclusal device as part of a conservative treatment at the São Leopoldo Mandic Dental Research Center in Campinas, São Paulo, Brazil. The interocclusal device was installed using the protocol defined by the manufacturer for its use and adaptation. The satisfaction questionnaire was applied to the subjects of the research after 30 days using the interocclusal device.

Results
The results were: 71% of the patients had felt comfortable using the device; 73% used the device all night long, but 27% removed it at some time during the night, and 5 of these patients removed it every night, thus they did not succeed in using this type of device; 88% used it daily; 70% achieved the greatest relief from the main complaint in the first 3 weeks; 61% did not notice any change in bite; 47% did not feel any kind of tooth sensitivity; 51% did not grind their teeth with the use of the device and 72% took one or two weeks to get used to the device.

Conclusion
The majority obtained a high level of rating approval during the use of an interocclusal device.

Indexing terms: Instrumentation. Patient satisfaction. Temporomandibular joint dysfunction syndrome.


RESUMO

Objetivo
Avaliar o grau de satisfação por parte dos pacientes com disfunção temporomandibular muscular, articular ou ambas com o uso de um dispositivo interoclusal parcial anterior.

Métodos
Foram selecionados 51 pacientes com disfunção temporomandibular muscular, articular ou ambas, segundo os critérios de diagnóstico do protocolo Research Diagnostic Criteria (RDC/TMD) e que necessitassem do uso de um dispositivo interoclusal como parte de um tratamento conservador, na clínica do Centro de Pesquisas Odontológicas São Leopoldo Mandic, Campinas, São Paulo. O dispositivo foi instalado utilizando-se o protocolo definido pelo fabricante para seu uso e adaptação. Foi aplicado aos indivíduos da pesquisa o questionário de satisfação, após 30 dias do uso do dispositivo interoclusal.

Resultados
Os resultados obtidos demonstraram que: 71% dos pacientes sentiram conforto ao usar o dispositivo; 73% usaram o aparelho durante toda à noite, mas 27% não conseguiram sendo que cinco desses pacientes retiraram por todas as noites, ou seja, não alcançaram êxito com o uso desse tipo de dispositivo; 88% usaram diariamente. O alívio maior da queixa principal foi alcançado nas três primeiras semanas por 70% dos pacientes; 61% não notaram mudanças na mordida; 47% não relataram sensibilidade nos dentes; 51% não rangeram ou apertaram os dentes com o uso do dispositivo e 72% precisaram de uma a duas semanas para se acostumarem com o dispositivo.

Conclusão
A maioria dos indivíduos da pesquisa alcançou um alto grau de satisfação ao usar o dispositivo.

Termos de indexação: Instrumentação. Satisfação do paciente. Síndrome da disfunção da articulação temporomandibular.


Texto completo: PDF



Research
Support Tool
  For this
avaliação pelos pares artigo
  Context
  Action

Capa | Atual | Arquivos | Sobre | Avisar | Contato | Buscar | Acesso