English Espaol

Buscar artigos: em     Busca Avançada

RGO - Revista Gaúcha de Odontologia > Vol. 61, N° 1 (2013)

open journal systems


Analysis of the polymorphism of osteoprotegerin by polymerase chain reaction in patients with type 2 diabetes and the association with periodontal condition / Análise de polimorfismos da região promotora T/C950 da osteoprotegerina através da reação em cadeia de polimerase em pacientes diabéticos tipo 2 e com periodontite

Mariana de Moraes Corrêa PEREZ
Keila Cristina Raposo LUCENA
Paulo Roberto Eleutério de SOUZA
Renata CIMÕES
Jair Carneiro LEÃO
Alessandra de Albuquerque Tavares CARVALHO



Resumo

ABSTRACT

Objective
The aim of this paper was to analyze the presence of polymorphism in the promoter region T/C950 of the osteoprotegerin gene and its distribution in diabetic patients with periodontitis, when compared to the control group.

Methods
67 patients took part in the research. The test group (n = 32) was composed of diabetic patients with periodontitis and the control group (n = 35) included patients without diabetes and without periodontitis. For the diagnosis of periodontitis, the following clinical parameters were evaluated: probing depth, bleeding on probing and clinical attachment level. The DNA to investigate the polymorphisms of osteoprotegerin, obtained through the technique of polymerase chain reaction, was obtained from the blood serum of the participants.

Results
Polymorphisms of osteoprotegerin were found in promoter region -950T/C but there was no significance (p=1.000). Only the control group showed significant results for the probing depth according to the polymorphic region.

Conclusion
No influence was found between genetic polymorphisms of osteoprotegerin in patients with diabetes and periodontitis.

Indexing terms: Diabetes mellitus. Genetic polymorphism. Osteoprotegerin. Periodontitis.


RESUMO

Objetivo
Analisar a presença de polimorfismos na região promotora T/C950 do gene da osteoprotegerina, e a sua distribuição em pacientes diabéticos e com periodontite, quando comparados ao grupo controle saudável.

Métodos
A pesquisa contou com a participação de 67 indivíduos distribuídos em um grupo teste (n=32), constituído por pacientes diabéticos e com periodontite, e um grupo controle (n=35) que incluía pacientes não diabéticos e sem periodontite. Para o diagnóstico da periodontite, foram avaliados os parâmetros clínicos: profundidade de sondagem, sangramento à sondagem e nível de inserção clínica. O DNA para a investigação dos polimorfismos da osteoprotegerina, através da técnica da reação em cadeia de polimerase convencional, foi obtido a partir de amostras sanguíneas dos participantes.

Resultados
Polimorfismos no gene da osteoprotegerina foram encontrados na posição -950T/C da região promotora, porém sem significância estatística (p=1,000). Apenas o grupo controle apresentou resultados significativos para a profundidade de sondagem segundo a região polimórfica (p=0,017).

Conclusão
Não foi observada influência entre o polimorfismo da região T/C950 do gene da osteoprotegerina em pacientes com periodontite e a diabetes mellitus.

Termos de indexação: Diabetes mellitus. Polimorfismo genético. Osteoprotegerina. Periodontite.


Texto completo: PDF



Research
Support Tool
  For this
avaliação pelos pares artigo
  Context
  Action

Capa | Atual | Arquivos | Sobre | Avisar | Contato | Buscar | Acesso