English Espaol

Buscar artigos: em     Busca Avançada

RGO - Revista Gaúcha de Odontologia > Vol. 61, N° 1 (2013)

open journal systems


Type of resin cement influences microleakage in ceromer inlays? / Tipo de cimento resinoso influencia a micorinfiltração em inlays de cerômero?

Raquel Viegas ELIAS
Ângela Brys OSÓRIO
Hugo Ramalho SARMENTO
Guilherme Brião CAMACHO
Flávio Fernando DEMARCO



Resumo

ABSTRACT

Objective
To evaluate the influence of two resin cements on microleakage of ceromer inlays.

Methods
Twenty recently extracted human third molars were selected. Standard inlay mesio-occluso-distal cavities were prepared, with cervical margin in enamel (mesial) or dentin (distal). The specimens were randomly divided into two groups (n=10) and indirect restorations were made with Belleglass HP system (Kerr, Romulus, MI, USA). The cavities in the first group were treated with adhesive system Single Bond and restorations were cemented with dual curing cement RelyX ARC (3M ESPE, St. Paul, MN, USA). In the second group, the ED Primer (Kuraray, Tokyo, Japan) was applied and indirect restorations were cemented with Panavia 21 EX (Kuraray, Tokyo, Japan). The specimens were coated with varnish, except for the restorations and 1 mm around them and submitted to thermal cycling and then immersed in 2% basic fuchsine solution for 24 hours. Teeth were sectioned longitudinally and leakage scores were evaluated using a stereomicroscope at 40x magnification. Data were submitted to statistical analysis (Mann-Whitney test).

Results
Enamel showed lower dye penetration than dentin (p<0.05). Statistical difference between cements was only observed in enamel, with RelyX exhibiting less leakage (p<0.05).

Conclusion
Within the limitations of the study, the substrate had a significant effect for sealing ability and RelyX ARC performed better than Panavia 21 EX only in enamel.

Indexing terms: Composite resins. Dental leakage. Inlays. Resin cements.


RESUMO

Objetivo
Avaliar a influência de dois cimentos resinosos sobre a microinfiltração de inlays de cerômero.

Métodos
Vinte coroas de terceiros molars recentemente extraídos foram selecionadas.Cavidades do tipo Inlay padronizadas foram preparadas com a margem cervical em esmalte (mesial) ou dentina (distal). Os espécimes foram randomicamente distribuídos em dois grupos (n=10) e restaurações indiretas foram confeccionadas com o sistema Belleglass HP (Kerr, Romulus, MI, EUA). As cavidades do primeiro grupo foram tratadas com sistema adesivo Single Bond (3M ESPE, St. Paul, MN, USA) e as restaurações foram cimentadas com um cimento resinoso de cura dual (RelyX ARC, (3M ESPE, St. Paul, MN, EUA).No segundo grupo, ED Primer(Kuraray, Tokio, Japão)foi aplicado e as restaurações indiretas foram cimentadas com Panavia 21 EX (Kuraray, Tokio, Japão). Os espécimes foram pintados com verniz, exceto as restaurações e em torno de 1mm em volta destas,sendo então submetidos à termociclagem e imersos em solução de fucsina básica a 2% por 24 horas. Os dentes foram seccionados longitudinalmente e os escores de infiltração foram avaliados utilizando-se um estereomicroscópio com aumento de 40x. Os dados foram submetidos à análise estatística (teste de Mann-Whitney).

Resultados
O esmalte apresentou menor infiltração de corante que a dentina (p<0.05). Diferenças estatística entre cimentos foram observadas apenas em esmalte, com o cimento RelyX ARC exibindo menor infiltração (p<0.05).

Conclusão
Dentro das limitações deste estudo, observou-se que o substrato dentário apresentou um efeito significante para o selamento cavitário e o cimento RelyX ARC mostrou-se melhor que o Panavia 21 EX apenas em esmalte.

Termos de indexação: Resinas compostas. Infiltração dentária. Restaurações intracoronárias. Cimentos de resina.


Texto completo: PDF



Research
Support Tool
  For this
avaliação pelos pares artigo
  Context
  Action

Capa | Atual | Arquivos | Sobre | Avisar | Contato | Buscar | Acesso