English Espaol

Buscar artigos: em     Busca Avançada

RGO - Revista Gaúcha de Odontologia > Vol. 61, N° 1 (2013)

open journal systems


Human identification by means of conventional and digital Cheiloscopy: a study of the literature / Identificação humana por meio da Queiloscopia convencional e digital: um estudo da literatura

Lara Maria HERRERA
Clemente Maia da Silva FERNANDES
Mônica da Costa SERRA



Resumo

ABSTRACT

One of the areas of human identification is Cheiloscopy, the name given to the study of the lips, their characteristics (such as thickness, position of the grooves and grooves) and the record of the impressions left by them. There are variations in the layout of the lines and fissures of the lips, which are unique to each individual, permanent and unchanging. The lip print rarely changes, enduring minor traumas such as inflammation or sores. In criminal investigations, lip prints, visible through the presence of lipstick, can be found on glasses, napkins, clothes, cigarettes, indicating a relationship between the subject and the scene of the crime. Latent impressions may be revealed employing specific chemicals such as powder of silver and aluminum nitrate. Although it is not a very common method, Cheiloscopy may become very useful in forensics due to the extensive amount of valuable information that it brings. The objective of this study was to review the literature on the use of Cheiloscopy in human identification, using traditional and digital methods. It was found that the literature is still in need of studies in this area. The advent of new digital technologies can facilitate the implementation of technical expertise, generating speed and objectivity. New research studies are necessary, especially in the development of digital methods. The application of Cheiloscopy can greatlyhelp with Law, in the identification of living suspects and dead individuals. In the end the benefit will fall to society as a whole.

Indexing terms: Forensic anthropology. Forensic dentistry. Lip.


RESUMO

Uma das áreas da identificação humana é a Queiloscopia, nome dado ao estudo dos lábios, suas características (como grossura, posição dos sulcos e estrias) e o registro das impressões deixadas por eles. Existem variações na disposição das linhas e fissuras dos lábios, sendo únicas para cada indivíduo, permanentes e imutáveis. A impressão do lábio raramente se modifica, resistindo a pequenos traumas como inflamações ou lesões herpéticas. Em investigações criminais, impressões labiais visíveis pela presença de batom podem ser encontradas em copos, guardanapos, roupas, cigarros, indicando uma relação do sujeito com o ambiente do crime. Impressões latentes podem ser reveladas empregando-se substâncias químicas específicas como pó de nitrato de prata e de alumínio. Mesmo não sendo um método muito comum, a Queiloscopia pode se tornar bastante útil na prática forense devido à extensa quantidade de informações preciosas que carrega. O objetivo deste trabalho foi realizar uma revisão da literatura sobre o emprego da Queiloscopia em identificação humana, utilizando-se métodos tradicionais e digitais. Verificou-se que a literatura ainda é carente de trabalhos nesta seara. O advento das novas tecnologias digitais pode facilitar a execução desta técnica pericial, gerando rapidez e objetividade. São necessárias novas pesquisas, sobretudo no desenvolvimento de métodos digitais. A aplicação da Queiloscopia pode, em muito, colaborar com a Justiça, na identificação de suspeitos vivos e de indivíduos mortos. Ao final, o ganho será da sociedade.

Termos de indexação: Antropologia forense. Odontologia legal. Lábio.


Texto completo: PDF



Research
Support Tool
  For this
avaliação pelos pares
  Context
  Action

Capa | Atual | Arquivos | Sobre | Avisar | Contato | Buscar | Acesso