English Espaol

Buscar artigos: em     Busca Avançada

RGO - Revista Gaúcha de Odontologia > Vol. 61, N° 3 (2013)

open journal systems


Prosthodontists’ perception of the forensic dentistry aspects of dental records / Percepção dos protesistas sobre os aspectos odontolegais do prontuário odontológico

Mário Marques FERNANDES
Rachel Ribeiro Lima TINOCO
Luiz Renato PARANHOS
Luiz FRANCESQUINI JÚNIOR
Eduardo DARUGE JÚNIOR



Resumo

ABSTRACT

Objective
To verify the perception of prosthodontists regarding the forensic dentistry aspects of the rehabilitation treatment data stored in the dental records of their patients.

Methods
This is a prospective study of 222 male and female dental surgeons from the city of Porto Alegre, RS, Brazil, who specialize in dental prosthesis. The study used a questionnaire with 41 structured questions and two open questions, totaling 43 questions. After descriptive analysis, the data were compared by the Fisher’s exact test.

Results
A total of 143 questionnaires were answered, representing 64.4% of the existing dental surgeons at the time of the study. Most respondents (86.7%), and females more so than males (p=0.046), did follow-up or maintenance of the treatments provided. The study also found that dental surgeons 50 years old or younger follow their patients regularly but as they get older, the follow-up frequency decreases (p=0.019).

Conclusion
The study experts have partial knowledge of the forensic dentistry aspects of the records of the rehabilitation treatments they provided. Their experience had a significant impact on their legal awareness and on the quality of the data they recorded regarding the procedures that suggest greater care.

Indexing terms: Dental records. Dental prosthesis. Forensic dentistry. Expert testimony. Knowledge.


RESUMO

Objetivo
Verificar a percepção dos protesistas sobre aspectos odontolegais envolvendo os registros relativos aos trabalhos reabilitadores no prontuário
odontológico.

Métodos
Trata-se de um estudo prospectivo sobre 222 cirurgiões-dentistas, em ambos os sexos, especialistas em Prótese Dentária, atuantes na Cidade de Porto Alegre, RS, Brasil. A pesquisa foi realizada por meio de um questionário com 43 questões (41 estruturadas e duas abertas) dirigido a estes profissionais. Após a análise descritiva dos resultados, os mesmos serão comparados por meio do teste Exato de Fischer.

Resultados
A amostra pesquisada constituiu-se de 143 questionários respondidos (n=143), ou seja, 64,4% do número de profissionais existentes à época. Observou-se que o acompanhamento ou manutenção periódica dos trabalhos realizados mostrou um alto escore (86,7%), sendo significativamente maior para os profissionais do sexo feminino, em comparação com os profissionais do sexo masculino (p=0,046). O estudo estatístico mostrou também que o acompanhamento é constante nas faixas etárias de profissionais até os 50 anos de idade, decaindo com o passar dos anos (p=0,019).

Conclusão
Existe entre os especialistas pesquisados um conhecimento parcial sobre aspectos odontolegais que permeiam os registros relativos aos trabalhos reabilitadores no prontuário odontológico, sendo que houve diferença significativa entre os grupos com diferentes tempos de experiência, no que tange a alguns procedimentos que sugerem maior cautela, bem como ao conhecimento de normas legais.

Termos de indexação: Registros odontológicos. Prótese dentária. Odontologia legal. Prova pericial. Conhecimento.


Texto completo: PDF



Research
Support Tool
  For this
avaliação pelos pares artigo
  Context
  Action

Capa | Atual | Arquivos | Sobre | Avisar | Contato | Buscar | Acesso