English Espaol

Buscar artigos: em     Busca Avançada

RGO - Revista Gaúcha de Odontologia > Vol. 55, N° 4 (2007)

open journal systems


Perfil dos pacientes vítimas de mordeduras faciais: um estudo retrospectivo

Thiago de Santana SANTOS
Antonio Azoubel ANTUNES
Ricardo Wathson Feitosa de CARVALHO
Rafael Linard AVELAR
Ricardo Eugênio Varela Ayres de MELO
Edwaldo DOURADO



Resumo

Objetivo: O estudo objetiva avaliar dados de prevalência dos pacientes vítimas de mordeduras e mordidas facial, em hospital de referência no Recife, Pernambuco.
Método: Foram estudados retrospectivamente 4.548 pacientes atendidos pelo serviço de Cirurgia e Traumatologia Bucomaxilofacial Hospital da Restauração durante o período de abril de 1998 a abril de 2002. Foram analisadas as seguintes variáveis: prevalência de mordedura e mordida facial, gênero, faixa etário, procedência, fator etiológico, origem do animal e tratamento.
Resultados: Foram observados 24 casos de mordidas e mordeduras faciais, demonstrando baixa incidência de pacientes vítimas dessas lesões (0,52%). Observou-se maior freqüência do gênero masculino (78%), adolescentes (91,6%), procedentes da capital (73%). Quanto a fator etiológico, 67% dos pacientes foram vítimas de mordidas de cães, seguido por gatos (26%) e humana (7%). Em 83% dos casos de mordidas de cães e gatos, os pacientes tinham conhecimento da origem do animal. A reparação primária da ferida foi o tratamento predominante (82%). Conclusão: Os ferimentos provocados por mordidas requerem determinados cuidados e uma atenção maior quanto à profilaxia do tétano e da raiva, pois são ferimentos passíveis de infecção devido à variedade de microrganismos presentes na cavidade bucal.
Termos de indexação: mordidas humanas; mordeduras; ferimento facial.


Texto completo: PDF



Research
Support Tool
  For this
avaliação pelos pares artigo
  Context
  Action

Capa | Atual | Arquivos | Sobre | Avisar | Contato | Buscar | Acesso