English Espaol

Buscar artigos: em     Busca Avançada

RGO - Revista Gaúcha de Odontologia > Vol. 59, N° 4 (2011)

open journal systems


Pull-out strength of endodontically treated teeth restored with glass fiber posts of different diameters / Resistência à tração de dentes tratados endodonticamente restaurados com glass fiber posts de diferentes diâmetros

Guilherme Pedrosa AMANAJÁS NETO
Welyton Ramon Soares PINTO
Eliza Burlamaqui KLAUTAU
Bruno Pereira ALVES



Resumo

ABSTRACT

Objective
To evaluate the pull-out strength of endodontically treated teeth restored with glass fiber posts through different techniques in enlarged conduits.

Methods
A total of 15 bovine teeth were endodontically treated, divided into three groups. Group 1 - restored with number 1 glass fiber posts, Group 2 - restored with number 3 glass fiber posts, Group 3 - restored with number 3 glass fiber posts associated with accessory glass fiber posts. The pins in all groups were cemented with same self-adhesive resin cement. All test specimens were subjected to the pull-out strength test in the testing machine at a speed of 0.5mm per minute and the results obtained in kilogram-force.

Results
The pull-out strength values were as follows: group 1 - 24.47 kilograms-force; group 2 - 25.28 kilograms-force; group 3 - 23.59 kilogramsforce.
The following standard deviations were observed: 4.33 kilograms-force for group 1, 4.03 kilograms-force for group 2 and 8.39
kilograms-force for group 3. No statistically significant differences between groups were found using the ANOVA test.

Conclusion
The decrease in the thickness of the cement film by using pins of larger diameter and/or accessories, does not interfere with the retention and
stability prediction of the rehabilitation of the complex.

Indexing terms: Endodontics. Tensile strength. Post and core technique.


RESUMO

Objetivo
Avaliar a resistência à tração de dentes tratados endodonticamente restaurados com glass fiber posts através de diferentes técnicas com
condutos alargados.

Métodos
Foram utilizados 15 dentes bovinos, tratados endodonticamente, sendo distribuídos em 3 grupos. Grupo 1 - restaurados com pino de fibra
de vidro número 1, Grupo 2 - restaurados com pino de fibra de vidro número 3, Grupo 3 - restaurados com pino de fibra de vidro número 3
associados com pinos acessórios. Os pinos de todos os grupos foram cimentados com o mesmo cimento resinoso auto-adesivo. Os espécimes
foram submetidos ao teste de resistência a tração na máquina de ensaios a uma velocidade de 0,5 milímetros por minuto e os resultados obtidos em quilograma-força.

Resultados
Os valores de resistência a tração obtidos foram: Grupo 1 - 24,47 quilograma-força; Grupo 2 - 25,28 quilograma-força; Grupo 3 - 23,59
quilograma-força. Foram verificados os seguintes desvios-padrão: 4,33 quilograma-força para o Grupo 1, 4,03 quilograma-força para o Grupo
2 e 8,39 quilograma força para o Grupo 3. Sem diferença estatística significante entre os grupos pelo teste de ANOVA.

Conclusão
A diminuição da espessura da película de cimento com o uso de pinos de maior diâmetro e/ou acessórios não interfere de maneira efetiva no
prognóstico da retenção e estabilidade do complexo reabilitador.

Termos de indexação: Endodontia. Resistência a tração. Técnica para retentor intra-radicular.


Texto completo: PDF



Research
Support Tool
  For this
avaliação pelos pares artigo
  Context
  Action

Capa | Atual | Arquivos | Sobre | Avisar | Contato | Buscar | Acesso