English Espaol

Buscar artigos: em     Busca Avançada

RGO - Revista Gaúcha de Odontologia > Vol. 60, N° 4 (2012)

open journal systems


Accuracy of radiographic examination in determining the depth of approximal carious lesions in primary molars / Desempenho do exame radiográfico na determinação da profundidade de lesões de cárie proximais em molares decíduos

Ana Bárbara de Araújo LOIOLA
Ana Luísa Botta Martins de OLIVEIRA
Rita de Cássia Loiola CORDEIRO
Lourdes Aparecida Martins dos SANTOS-PINTO



Resumo

ABSTRACT

Objective
The purpose of this study was to evaluate the accuracy of the depth of carious lesions on bitewing radiographs.

Methods
Recently extracted primary molars had their proximal surfaces evaluated visually (EC) and classified as healthy surface (0), signs that suggest the presence of carious lesions in enamel (1), signs of a superficial lesion in dentin (2) and carious lesions in deep dentin (3).

Results
The results were obtained by consensus between the investigators. The gold standard was determined by histological analysis. The values of sensitivity, specificity, accuracy and area under the ROC (Receiver Operating Characteristic) curve were evaluated. There was equilibrium between sensitivity (76.92% EC and 88.46% ER) and specificity (95.83% EC and 95.83% ER). Accuracy was 86.01% (EC) and 88.46% (ER). The Spearman correlation test was used to prove the correlation between clinical and radiographic examinations (0.886), for clinical and histological (0.736) and for radiographic and histological analysis (0.843).

Conclusion
The radiographic examination showed better performance in detection of proximal caries in primary teeth.

Indexing terms: Dental caries. Radiography bitewing. Tooth deciduous.


RESUMO

Objetivo
Avaliar a exatidão da profundidade da lesão de cárie em radiografias interproximais.

Métodos
Molares decíduos recentemente extraídos tiveram suas superfícies proximais avaliadas visualmente (exame clínico) e classificados como superfície hígida (0), sinais que sugerem presença de lesão de cárie em esmalte (1), sinais de lesão superficial em dentina (2) e cavidades sugerindo lesões profundas em dentina (3). As superfícies dentárias foram também examinadas em radiografias interproximais (exame radiográfico)e classificadas como ausência de radiolucidez (0), lesão de cárie em esmalte (1), lesão de cárie superficial em dentina (2) e lesão de cárie em dentina profunda (3).

Resultados
Os resultados foram obtidos por meio de consenso entre os examinadores. O padrão ouro foi determinado pela análise histológica. Foram avaliados os valores de sensibilidade, especificidade, acurácia e área sob a curva Receiver Operating Characteristic. Observou-se um equilíbrio entre os valores de sensibilidade (76,9% exame clínico e 88,4% exame radiográfico) e especificidade (95,8% exame clínico e 95,8% exame radiográfico). A acurácia foi de 86,0% (exame clínico) e 88,4% (exame radiográfico). O teste de correlação de Spearman foi utilizado para a comprovação da correlação entre os exames clínico e radiográfico (0,89), para clínico e histológico (0,7) e para os exames radiográfico e histológico (0,8).

Conclusão
O exame radiográfico apresentou melhor desempenho na detecção da lesão de cárie proximal em dentes decíduos.

Termos de indexação: Cárie dentária. Radiografia interproximal. Dente decíduo.


Texto completo: PDF



Research
Support Tool
  For this
avaliação pelos pares artigo
  Context
  Action

Capa | Atual | Arquivos | Sobre | Avisar | Contato | Buscar | Acesso