English Espaol

Buscar artigos: em     Busca Avançada

RGO - Revista Gaúcha de Odontologia > Vol. 60, N° 1 (2012)

open journal systems


Oral health knowledge, attitudes and behavior of elementary school teachers in India / Conhecimento, atitudes e comportamento de professores do ensino primário da Índia sobre saúde oral

Santhosh KUMAR
Suhas KULKRANI
Sandeep JAIN
Yogesh MEENA
Jyothi TADAKAMADLA
Harish TIBDEWAL
Prabu DURAISWAMY



Resumo

ABSTRACT

Objective
This study assessed the oral hygiene attitudes and behavior of elementary school teachers, and determined the influence of variables like
language used in class and gender on oral health knowledge, attitudes and behavior.

Methods
A stratified random sampling was done to collect a representative sample of teachers fromthe Udaipur district. The total sample encompassed
126 teachers who teach in Hindi, India’s official language along with English, and 104 teachers who teach in English. Of the 230 filled out
questionnaires, 12 (5.2%) were rejected either because the answers were inconsistent, such as two replies to the same question, or because
the answer was blank.

Results
Teachers who taught in English were more likely to brush their teeth twice daily(77.6%) than those who taught in Hindi (63.3%). All teachers
who taught in English used tooth paste while only 71.7% of those who taught in Hindi did. Most females (53.1%) used a soft brush to brush
their teeth and were more likely (84.4%) to brush twice daily than males. The brushing frequency differed significantly between genders. All
female teachers stated that regular tooth brushing prevents tooth decay.

Conclusion
Most school teachers presented acceptable knowledge, attitudes and behavior. Teachers should be made aware of their responsibility as role
models, and school staff should be given incentives to encourage their participation.

Indexing terms: Behavior. Índia. Knowledge


RESUMO

Objetivo
Este estudo avaliou as atitudes e comportamento dos professores do ensino primário com relação à higiene oral e determinou a influência de
variáveis, como o idioma usado na sala de aula e o sexo, sobre o conhecimento, atitudes e comportamento com relação à saúde oral.

Métodos
Uma amostragem aleatória estratificada foi realizada para a coleta de dados de uma amostra representativa de professores do distrito de Udaipur na Índia. A amostra completa consistiu de 126 professores que ensinam em hindi, um dos idiomas oficiais da Índia junto com o inglês, e 104 professores que ensinam em inglês. Dos 230 questionários preenchidos, 12 (5,2%) foram rejeitados porque havia respostas inconsistentes, por exemplo, duas respostas para a mesma pergunta, ou respostas em branco.

Resultados
Professores que ensinavam em inglês (77,6%) eram mais propensos a escovar os dentes duas vezes ao dia que professores que ensinavam
em hindi (63,3%). Todos os professores que ensinavam em inglês usavam creme dental enquanto que apenas 71,7% dos que ensinavam em
hindi o fazia. A maioria das mulheres (53,1%) usava uma escova macia para escovar os dentes, e as mulheres eram mais propensas (84,4%)
que os homens a escovar duas vezes ao dia. A frequência de escovação entre homens e mulheres diferiu significativamente. Todas as mulheres
afirmaram que escovação regular previne a cárie dentária.

Conclusão
A maioria dos professores apresentou conhecimento, atitudes e comportamento aceitáveis com relação à saúde oral. Os professores devem estar cientes de sua responsabilidade como exemplo para os alunos e os funcionários da escola deveriam receber incentivos para estimular sua participação.

Termos de indexação: Comportamento. Índia. Conhecimento.


Texto completo: PDF



Research
Support Tool
  For this
avaliação pelos pares artigo
  Context
  Action

Capa | Atual | Arquivos | Sobre | Avisar | Contato | Buscar | Acesso