English Espaol

Buscar artigos: em     Busca Avançada

RGO - Revista Gaúcha de Odontologia > Vol. 59, N° 2 (2011)

open journal systems


Avaliação da saúde bucal de pré-escolares de 4 a 7 anos de uma creche filantrópica / Oral health assessment of preschool children aged 4 to 7 years attending a philanthropic daycare center

Dino Lopes de ALMEIDA
Dabiliane Oliveira Rodrigues NASCIMENTO
Narlén Darwich ROCHA
Ana Giselle Aguiar DIAS
Roberta Francisca Martins de CASTRO
Patrícia de Sousa CLOSS



Resumo

Objetivo
Avaliar as condições de saúde bucal de 143 indivíduos de 4 a 7 anos em uma creche/escola em Porto Velho, Rondônia.

Métodos
Foi realizado levantamento epidemiológico, utilizando os índices de cárie para a dentição decídua: ceo-d (dentes cariados, extraídos por cárie e obturados) e dentição permanente: CPO-D (dentes cariados, perdidos e obturados) de acordo com os parâmetros estabelecidos pela Organização Mundial da Saúde, Índice de Sangramento Gengival e Índice de Placa Visivelmente Corada. Os exames foram realizados por um examinador e um anotador, sob luz natural, com espelho clínico, sonda OMS (São Paulo, Brasil), espátula de madeira e solução evidenciadora à base de eritrosina, sem prévia profilaxia e anterior ao horário do lanche.

Resultados
Apenas 28,47% dos escolares eram livres de cárie (n=41). Observaram-se os seguintes resultados para ceo-d e CPO-D, respectivamente: aos 4 anos (n=13) 2,62 (±3,52), aos 5 anos (n=49) 2,57 (±3,82) e 0,19 (±0,60), aos 6 anos (n=55) 3,37 (±3,45) e 0,21 (±0,59) e aos 7 anos (n=25) 3,04 (±2,85) e 0,72 (±1,51). No Índice de Sangramento Gengival, 81,56% das crianças apresentaram pelo menos 3 faces sangrantes na coroa de cada dente examinado e quanto ao índice de placa, 98,95% das superfícies examinadas apresentaram-se coradas.

Conclusão
O alto índice de sangramento gengival e de cárie dentária pode ter relações com fatores observados neste grupo: falta de programas de prevenção e restauração em saúde bucal, ausência de fluoretação das águas de abastecimento, baixo nível socioeconômico e cultural e consequente falta de acesso aos serviços de saúde.

Termos de indexação: Epidemiologia. Pré-escolar. Saúde bucal.


ABSTRACT

Objective
This study assessed the oral health of 143 preschool children aged 4 to 7 years attending a philanthropic daycare center in Porto Velho, Rondônia, Brazil.

Methods
An epidemiological survey was done using caries indices for deciduous teeth (dmft, decayed, pulled due to caries and filled teeth) and permanent teeth (DMFT, decayed, missing and filled teeth) according to the parameters established by the World Health Organization, Gingival Bleeding Index and Visible Plaque Index. The examinations were done by a single individual and a single scorer without prior prophylaxis and before the snack break, under natural light conditions, using a clinical mirror, WHO probe, wooden spatula and erythrosin staining.

Results
Only 28.47% of the students were caries-free (n = 41). The following results were obtained for dmft and DMFT, respectively, at 4 years (n = 13) 2.62 (± 3.52), at 5 years (n = 49) 2.57 (± 3.82) and 0, 19 (± 0.60) at 6 years (n = 55) 3.37 (± 3.45) and 0.21 (± 0.59) and at 7 years (n = 25) 3.04 (± 2.85) and 0.72 (± 1.51). In the Gingival Bleeding Index, 81.56% of the children presented at least 3 bleeding faces in the crowns of each tooth and in the Visible Plaque Index, 98.95% of the areas were stained.

Conclusion
The high rates of gingival bleeding and dental caries may be related to some factors peculiar to this group: no oral health prevention and restoration programs, no fluoridation of the public water supply, low socioeconomic and cultural levels and consequently, poor access to health services.

Indexing terms: Epidemiology. Child preschool. Oral health.


Texto completo: PDF



Research
Support Tool
  For this
avaliação pelos pares artigo
  Context
  Action

Capa | Atual | Arquivos | Sobre | Avisar | Contato | Buscar | Acesso