English Espaol

Buscar artigos: em     Busca Avançada

RGO - Revista Gaúcha de Odontologia > Vol. 61, N° 2 (2013)

open journal systems


Effect of chronic cortisone use in rats strain susceptible to ligature-induced periodontitis / Efeito do uso crônico da cortisona em ratas de linhagem susceptível a periodontite induzida por ligadura

Alex Semenoff SEGUNDO
Samyra Lopes BUZELLE
Alessandra Nogueira PORTO
Álvaro Henriques BORGES
Fabio LuÍs Miranda PEDRO
Tereza Aparecida Delle Vedove SEMENOFF



Resumo

ABSTRACT

Objective
The present study assessed the effect of prolonged betamethasone use in ligature-induced periodontitis in adult Fischer-344 rats.

Methods
Thirty-six Fisher rats were randomly assigned to three groups: group B (betamethasone); group S (sham) and group C (control). The animals in group B were given intramuscular betamethasone daily, those in group S were given saline injections daily, and those in group C were not submitted to any intervention. The interventions lasted 60 days, and all groups were submitted to the same environmental conditions. Ten days after starting the injections, periodontal disease was induced in the animals from groups B and S by tying a sterile silk suture thread around the upper right second molar. Fifty days later, all animals were sacrificed and the connective tissue attachment level (Jac-E) and bone loss (Jac-O) were measured.

Results
Jac-E and Jac-O of groups B and S were not significantly different, but they differed significantly from those of group C.

Conclusion
Prolonged use of betamethasone did not affect the progression of induced periodontitis in rats.

Indexing terms: Betamethasone. Periodontitis. Rats, Inbred F344.


RESUMO

Objetivo
Avaliar o efeito do uso prolongado da betametasona na periodontite induzida por ligadura, em ratas adultas da linhagem Fischer-344.

Métodos
Selecionou-se trinta e seis ratas Fisher, as quais foram divididas aleatoriamente em três grupos: grupo B (betametasona); grupo S (soro) e grupo C (controle). Os animais do grupo B receberam injeções diárias intramuscular de betametasona, o grupo S recebeu injeções diárias de soro fisiológico e o grupo C foi mantido sem nenhuma intervenção. Estes procedimentos duraram 60 dias. Os três grupos foram mantidos nas mesmas condições ambientais. Decorridos dez dias a partir do início das injeções, os animais dos grupos B e S foram submetidos a indução da doença periodontal, através da colocação do fio de seda em volta do segundo molar superior direito. Ao final do período experimental (50 dias) os animais foram submetidos à eutanásia. O nível de inserção histológica (Jac-E) e perda óssea histológica (Jac-O) foram mensurados.

Resultados
Entre os grupos B e S, não houve diferenças estatisticamente significativas para Jac-E e Jac-O. Entretanto, notaram-se diferenças significativas em ambos os parâmetros avaliados quando o grupo C foi comparado aos grupos B e S.

Conclusão
Pode-se concluir que o uso prolongado de betametasona não modificou a progressão de periodontite induzida.

Termos de indexação: Betametasona. Periodontite. Ratos Endogâmicos F344.


Texto completo: PDF



Research
Support Tool
  For this
avaliação pelos pares artigo
  Context
  Action

Capa | Atual | Arquivos | Sobre | Avisar | Contato | Buscar | Acesso