English Espaol

Buscar artigos: em     Busca Avançada

RGO - Revista Gaúcha de Odontologia > Vol. 57, N° 4 (2009)

open journal systems


Uso da tomografia multidirecional na visualização de dente impactado / Use of the multidirectional cat scan in visualization of an impacted tooth

Ana Elizabeth Aguiar da SILVA
Mônica Almeida TOSTES



Resumo

O traumatismo dentário da região anterior da maxila ocorre com bastante frequência na infância. Na maioria das vezes, o trauma compromete a formação e a irrupção dos dentes anteriores, principalmente os incisivos permanentes superiores, que podem perder o potencial irruptivo e permanecer retidos dentro do osso, dando origem ao processo conhecido como impactação pós-traumática. O tratamento da impactação é quase sempre multidisciplinar, dependendo do grau de severidade, pode variar desde uma simples incisão até o tracionamento orto-cirúrgico e requer um diagnóstico acurado. O exame clínico e radiológico convencional constitui a base para o diagnóstico primário, porém, em condições em que uma melhor visualização da região envolvida seja necessária, o ortodontista poderá requisitar outros exames imagenológicos, para concluir o diagnóstico com segurança. Este trabalho contém o relato clínico de um paciente do gênero masculino, leucoderma, oito anos de idade, que apresentava o dente 11 impactado. Inicialmente, com o método radiográfico convencional, optou-se por um tracionamento orto-cirúrgico, porém o dente 11 não foi visualizado integralmente e foi solicitada uma tomografia multidirecional, que evidenciou a presença da dilaceração radicular acentuada do referido dente e sua íntima relação com as fossas nasais, impossibilitando o tracionamento ortodôntico. Sendo assim, baseado no segundo diagnóstico, optou-se pela extração do dente, tratamento ortodôntico e futura reconstrução protética.

Termos de indexação: cirurgia bucal; dente impactado; ortodontia; tomografia.


Abstract

Dental trauma in the anterior region of the maxilla occurs very frequently in childhood. In the majority of cases, trauma compromises the formation and eruption of anterior teeth, particularly the maxillary permanent incisors, which may lose the potential to erupt, and remain retained in the bone, originating a process known as posttraumatic impaction The treat of impaction is almost always multidisciplinary, depending on the degree of severity, and can range from a simple incision to ortho-surgical traction and requires accurate diagnosis. Conventional clinical and radiological exam constitutes the basis for primary diagnosis, but under conditions in which better visualization of the region involved is necessary, the orthodontist may require other imaging exams to safely conclude diagnosis. This study contains a clinical report of a patient, an 8-year old leukoderma boy, who presented an impacted tooth 11. Initially, by the conventional radiographic method, the option was to perform ortho-surgical traction, but tooth 11 was not fully visualized, and a multidirectional tomograph was requested, which showed evidence of the presence of accentuated root dilaceration of the tooth in question and its close relationship with the nasal fossae, making it impossible to perform orthodontic tractioning. Therefore, based on the second diagnosis, the option was to extract the tooth, perform orthodontic treatment and future prosthetic reconstruction.

Indexing terms: surgery oral; impacted tooth; orthodontics; tomography.


Texto completo: PDF



Research
Support Tool
  For this
avaliação pelos pares
  Context
  Action

Capa | Atual | Arquivos | Sobre | Avisar | Contato | Buscar | Acesso