English Espaol

Buscar artigos: em     Busca Avançada

RGO - Revista Gaúcha de Odontologia > Vol. 54, N° 3 (2006)

open journal systems


Limite apical de obturação e o sucesso clínico e radiográfico de dentes com necrose pulpar e lesão periapical

Lívia Nordi DOVIGO
Juliana Álvares Duarte Bonini Campos
Fernanda Geraldes Pappen
Renato de Toledo Leonardo



Resumo

Este estudo teve como objetivo avaliar a correlação dos limites de obturação e a obtenção do sucesso clínico e radiográfico em tratamentos endodônticos de dentes com necrose pulpar e lesão periapical visível radiograficamente, realizados na Clínica de Endodontia da Faculdade de Odontologia de Araraquara – UNESP. Foram avaliados 88 canais radiculares após no mínimo 3 anos de proservação. Todos os canais foram instrumentados, irrigados com solução de hipoclorito de sódio 4-6% e permaneceram durante 14 dias Calen PMCC. A obturação foi realizada cimento obturador Sealapex (Sybron Endo), e as coroas restauradas. Para a mensuração dos limites de obturação efetuados, utilizou-se o software Image Tool 2.00. Foram realizadas tomadas radiográficas periapicais para comparação com as radiografias finais de cada caso. Foi considerado como sucesso radiográfico quando a área prévia de rarefação periapical houvesse sido totalmente substituída por estrutura óssea evidenciável na radiografia, ou apresentasse considerável diminuição. Os dados coletados foram analisados estatisticamente por meio de estatística descritiva e pela Correlação de Spearman (p>0,05). Os resultados demonstraram não haver correlação entre os índices de sucesso e os limites de obturação.

Texto completo: PDF



Research
Support Tool
  For this
avaliação pelos pares artigo
  Context
  Action

Capa | Atual | Arquivos | Sobre | Avisar | Contato | Buscar | Acesso