English Espaol

Buscar artigos: em     Busca Avançada

RGO - Revista Gaúcha de Odontologia > Vol. 57, N° 3 (2009)

open journal systems


Hábitos e conhecimentos de escolares sobre saúde bucal / Schoolchildren’s habits and knowledge about oral health

Valdirene Miranda Esteves ORSI
Alessandro Aparecido PEREIRA
Flávia Martão FLÓRIO
Luciane Zanin de SOUZA
Patrícia BOARETTO
Poliana Poin Souza PINHEIRO
Silvia Milena Cinel AGOSTENELI



Resumo

Objetivo: Avaliar os hábitos e conhecimentos de escolares que participam de um programa educativo preventivo desenvolvido pela Universidade Federal de Alfenas, Minas Gerais. Métodos: A amostra foi de 386 escolares de ambos os sexos, regularmente matriculados em quatro escolas públicas de Alfenas, Minas Gerais, onde o programa é desenvolvido. O critério necessário para participar do estudo foi o escolar ter recebido o programa por quatro anos consecutivos. Os dados foram coletados através de um questionário sobre o conhecimento em saúde bucal. Para avaliar se houve diferenças em relação aos conhecimentos adquiridos, foi aplicado o teste qui-quadrado com nível de significância de 5%. Resultados: Sobre a transmissibilidade da cárie, 39,1% responderam que a cárie é doença, mas não é transmitida. A maioria dos entrevistados, 88,6%, usa sua própria escova para escovar os dentes. Sobre o uso do fio dental 41,97% dos entrevistados responderam que é para “remover restos de alimentos e placa bacteriana entre os dentes”. Quando questionados sobre a utilidade do uso do flúor 53,62% responderam que é para “evitar que os dentes tenham cárie”. Conclusão: Após a análise dos resultados pode-se concluir que ainda há necessidade de enfatizar alguns pontos do programa. No entanto, o Programa de Educação em Saúde Bucal tem cumprido o seu objetivo de transmitir conhecimento aos escolares que mostraram bom nível de informação sobre saúde bucal.

Termos de indexação: educação em saúde bucal; estudantes; prevenção & controle.


Abstract

Objective: The aim of this study was to assess the habits and knowledge of schoolchildren who take part in a preventive educational program developed by “Universidade Federal de Alfenas”, Minas Gerais, Brazil. Methods: The sample was composed of 386 boys and girls, regularly enrolled in four public schools in Alfenas, Minas Gerais, Brazil, in which the program has been implemented. The criterion for a schoolchild’s participation in the study was having attended the program for four consecutive years. Data were collected through a questionnaire about oral health. Chi-square test, with significance level of 5%, was used to assess whether there were differences concerning the knowledge acquired. Results: As regards caries transmissibility, 39.1% answered that caries is a disease, but that it is not transmitted. Most of the interviewees, 88.6%, use their own toothbrushes to brush their teeth. About the use of dental floss, 41.97% of the interviewees answered that its function is “to remove food remains and bacterial plaque between teeth”. When questioned about the usefulness of fluoride use, 53.62% answered that its purpose is “to avoid caries in the teeth”. Conclusion: After the analysis of the results, it can be concluded that some points in the program need further emphasis. However, the Oral Health Education Program has met its objective of transmitting knowledge to schoolchildren, who demonstrated a good level of information about oral health.

Indexing terms: health education dental; students; prevention & control.



Texto completo: PDF



Research
Support Tool
  For this
avaliação pelos pares artigo
  Context
  Action

Capa | Atual | Arquivos | Sobre | Avisar | Contato | Buscar | Acesso