English Espaol

Buscar artigos: em     Busca Avançada

RGO - Revista Gaúcha de Odontologia > Vol. 61, N° 1 (2013)

open journal systems


Dental caries associated factors in 12 year-old schoolchildren from a municipality in the state of São Paulo, Brazil / Fatores associados à cárie dentária em escolares aos 12 anos em um município do estado de São Paulo, Brasil

Soraya Fernandes MESTRINER
Monica Andrade MORRAYE
Andrea Porto AGUILA
Antonio Sergio FERRAUDO
Wilson MESTRINER JÚNIOR



Resumo

ABSTRACT

Objective
To analyze the possible association between dental caries, fluorosis and the need for treatment in 12 year-old schoolchildren and the socioeconomic conditions of parents/guardians in the city of Franca, in the state of São Paulo.

Methods
A random sample of schoolchildren aged 12 was obtained from the school records in Franca, using a systematic random technique. The epidemiological survey was carried out by a single calibrated examiner, on 258 public and private schoolchildren in order to obtain the prevalence of dental caries, the need for treatment and the severity of dental fluorosis. Parents/guardians were also interviewed to assess their socioeconomic conditions (education and per capita income). We used multiple correlation analysis to investigate associations between category variables.

Results
It was possible to identify two distinct groups, with associations between the variables: the first group, represented by schoolchildren with average prevalence of caries, need for treatment, low level of parental education and income; and a second group represented by schoolchildren with low prevalence of caries, no need for treatment, high parental education and income. The two dimensions explained approximately 35% of total inertia. The factors within each group are related.

Conclusion
High income and parental education are associated with the low prevalence of dental caries but there is no association with dental fluorosis.

Indexing terms: Dental caries. Dental fluorosis. DMF index. Epidemiology. Oral health. Socioeconomic factors.


RESUMO

Objetivo
Analisar as possíveis associações entre cárie dentária, fluorose e necessidade de tratamento de escolares aos 12 anos de idade e fatores sócio-econômicos dos pais ou responsáveis, no Município de Franca, São Paulo.

Métodos
Foi obtida uma amostra probabilística, através da técnica de sorteio ponderado de estabelecimentos de ensino do cadastro das escolas do município de Franca, cujos elementos amostrais foram identificados através da técnica casual sistemática. Os exames epidemiológicos foram realizados em 258 escolares de unidades de ensino público e privados, por um único examinador calibrado, para obtenção da prevalência de cárie, necessidade de tratamento e severidade da fluorose dental. Foram também realizadas entrevistas com os pais ou responsáveis para avaliação sócio econômica (escolaridade e renda familiar). Com base nesses dados foi realizada uma análise de correspondência múltipla para a busca das associações entre variáveis categóricas. Foi obtida uma amostra probabilística, através da técnica de sorteio ponderado de estabelecimentos de ensino do cadastro das escolas do município de Franca, cujos elementos amostrais foram identificados através da técnica casual sistemática. Os exames epidemiológicos foram realizados em 258 escolares de unidades de ensino público e privados, por um único examinador calibrado, para obtenção da prevalência de cárie, necessidade de tratamento e severidade da fluorose dental. Foram também realizadas entrevistas com os pais ou responsáveis para avaliação sócio econômica (escolaridade e renda familiar). Com base nesses dados foi realizada uma análise de correspondência múltipla para a busca das associações entre variáveis categóricas.

Resultados
A análise permitiu identificar dois grupos discrepantes, os quais possuem associações entre as variáveis: Grupo 1, escolares com prevalência média de cárie, baixa escolaridade dos pais, com necessidade de tratamento e baixa renda familiar; e Grupo 2, escolares com prevalência baixa de cárie, alta escolaridade dos pais, sem necessidade de tratamento e renda familiar média. As duas dimensões explicaram 35% aproximadamente da inércia total. Os fatores dentro de cada grupo estão associados.

Conclusão
A escolaridade e renda alta dos pais ou responsáveis estão associadas à baixa prevalência de cárie dentária e não há associação com a fluorose dentária.

Termos de indexação: Cárie dentária. Fluorose dentária. Índice CPO. Epidemiologia. Saúde bucal. Fatores socioeconômicos.


Texto completo: PDF



Research
Support Tool
  For this
avaliação pelos pares artigo
  Context
  Action

Capa | Atual | Arquivos | Sobre | Avisar | Contato | Buscar | Acesso