English Espaol

Buscar artigos: em     Busca Avançada

RGO - Revista Gaúcha de Odontologia > Vol. 60, N° 2 (2012)

open journal systems


Assessment of a state university tooth bank two years after its foundation / Funcionalidade do Banco de Dentes de uma Universidade Estadual durante os dois anos de implantação

Simone de Melo COSTA
Eduardo Brandão LIMA
Flávia Milene de ABREU
Soraya MAMELUQUE
Paulo Rogério Ferreti BONAN



Resumo

Objective
This study assessed the State University of Montes Claros human tooth bank two years after its foundation.

Methods
The 2005 and 2007 tooth bank records and inventory were analyzed. Two examiners underwent intra- and inter-calibration training (Kappa=1) before inventory assessment. The data were processed by the software SPSS considering measures of central tendency and dispersion, and submitted to the Student’s t-test, Chi-square test, ANOVA and Bonferroni correction (p<0.05).

Results
Most (75.5%) tooth bank users are females. Each user requests a mean of 10.46±7.26 teeth, where 26.40 teeth are requested by professors and 9.55 teeth are requested by students (p<0.05). The teeth were requested for preclinical use (94.2%), research (4.7%) and biological restorations (1.0%). Most donors (80.5%) are students but the mean number of teeth donated by professors (140±206.16) and students (18.04±26.10) and by males and females differed significantly (p<0.05). In 2007, the tooth bank had a total of 4.593 teeth.

Conclusion
Donors include students, professors, community and the institution, and most donors are female. The tooth bank contributed to an ethical, legal and biologically safe supply of human teeth.

Indexing terms: Bioethics. Dentistry. Teaching.


RESUMO

Objetivo
Avaliar a funcionalidade do Banco de Dentes Humanos da Universidade Estadual de Montes Claros durante os dois anos de implantação.

Métodos
Para esse fim, analisaram-se dados arquivados de junho/2005 a julho/2007, e o estoque de dentes de 2007. Dois examinadores avaliaram o estoque de dentes após calibração intra e inter examinadores (Kappa=1). Analisaram-se os dados no software SPSS, considerando medidas de tendência central e dispersão, e os testes t (student), Qui-quadrado, Anova e Bonferroni (p<0,05) foram feitos.

Resultados
A maioria (75,5%) dos solicitantes de dentes é do sexo feminino. A média de dentes solicitados por indivíduo foi 10,46 (±7,26), sendo 26,40 para professores e 9,55 para alunos (p<0,05). Os fins de uso foram pré-clínicos (94,2%), pesquisa (4,7%) e restauração biológica (1,0%). A maioria (80,5%) dos doadores são estudantes, no entanto, houve diferença entre as médias de dentes doados pelos professores (140±206,16) e acadêmicos (18,04±26,10), e entre sexos (p<0,05). O estoque em 2007 foi de 4.593 dentes.

Conclusão
As doações são procedentes de alunos, professores, comunidade no geral e instituição, com participação majoritária do sexo feminino. A utilização dos dentes é para fins de ensino, pesquisa e atividades clínicas. O estoque de dentes contribuiu para a disposição do mesmo de forma ética, legal e respeitando a biossegurança.

Termos de indexação: Bioética. Odontologia. Ensino.


Texto completo: PDF



Research
Support Tool
  For this
avaliação pelos pares artigo
  Context
  Action

Capa | Atual | Arquivos | Sobre | Avisar | Contato | Buscar | Acesso