English Espaol

Buscar artigos: em     Busca Avançada

RGO - Revista Gaúcha de Odontologia > Vol. 61, N° 1 (2013)

open journal systems


Effectiveness of manual and electric brushes in the removal of biofilm from full dentures / Eficácia das escovas manual e elétrica na remoção do biofilme de próteses totais

Ingrid Machado de ANDRADE
Patrícia Costa CRUZ
Bárbara Fuzaro ZAMBONE
Cláudia Helena SILVA-LOVATO
Raphael Freitas de SOUZA
Maria Cristina Monteiro de SOUZA-GUGELMIN
Helena de Freitas Oliveira PARANHOS



Resumo

ABSTRACT

Objective
To evaluate clinically the ability to remove biofilm from complete dentures.

Methods
Thirty patients, users of full upper dentures, participated in a trial period of 21 days and were instructed to brush the dentures three times a day (after breakfast, lunch and dinner) with water, using a manual, special denture brush (Group I - Control) and electric brush (Group II - Experimental). At night, the patients were instructed to immerse their dentures in a container with filtered water. Before and after the use of these methods for 21 days, the internal surfaces of the complete upper dentures were stained (1% neutral red) and photographed. The areas (total of internal surface and the surface stained with biofilm) were quantified using software (Image Tool 2.02). The percentage of the biofilm was calculated as the ratio of the area of the biofilm multiplied by 100 to the total surface area of the internal base of the dentures.

Results
The data for the two methods were compared using the Student’s t-test (αα = 0.05). There was a mean area of biofilm coverage (%, ± standard deviation) of 12.5 ± 12.8 and 16.9 ± 17.0 for the manual and electric toothbrushes, respectively. The differences were not significant (t = 0.799, P = 0.431).

Conclusion
It was concluded that both brushes tested showed the same capacity for biofilm removal from complete dentures.

Indexing terms: Biofilm. Denture cleansers. Denture complete. Tooth brushing.


RESUMO

Objetivo
Avaliar clinicamente a capacidade de remoção do biofilme de prótese total de dois métodos mecânicos de higiene: escovação manual e elétrica.

Métodos
Trinta pacientes, usuários de próteses totais superiores, participaram de um período experimental de 21 dias e foram orientados a escovar as próteses três vezes ao dia (após café da manhã, almoço e jantar) com água empregando escova manual específica para próteses totais (Grupo I - Controle) e elétrica (Grupo II - Experimental). Durante o período noturno o paciente foi orientado a imergir suas próteses em recipiente contendo água filtrada. Antes e após o uso dos métodos por 21 dias, as superfícies internas das próteses totais superiores foram evidenciadas (vermelho neutro 1%) e fotografadas. As áreas (total da superfície interna e corada com biofilme) foram quantificadas com um software (Image Tool 2.02). A porcentagem do biofilme foi calculada como a relação entre a área do biofilme multiplicado por 100 e a área da superfície total da base interna da prótese.

Resultados
Os dados dos dois métodos foram comparados por meio do teste t de Student (αα = 0,05). Observou-se uma área média de cobertura por biofilme (%, ±desvio padrão) de 12,5±12,8 e 16,9±17,0 para a escova elétrica e a manual, respectivamente. As diferenças não foram significantes (t=0,799; p=0,431).

Conclusão
Concluiu-se que ambas as escovas testadas apresentaram a mesma capacidade de remoção de biofilme das próteses totais.

Termos de indexação: Biofilmes. Higienizadores de dentadura. Prótese total. Escovação dentária.


Texto completo: PDF



Research
Support Tool
  For this
avaliação pelos pares artigo
  Context
  Action

Capa | Atual | Arquivos | Sobre | Avisar | Contato | Buscar | Acesso