English Espaol

Buscar artigos: em     Busca Avançada

RGO - Revista Gaúcha de Odontologia > Vol. 54, N° 3 (2006)

open journal systems


Avaliação da resistência da união de fundições de níquel-cromo fixadas com cimentos resinosos: efeito da aplicação do “primer” silano e do adesivo

João Júnior Borges FERREIRA
Luiz Henrique Maykot Prates
Maria Cristina Marino Calvo



Resumo

O estudo avaliou a resistência da união de fundições de níquel-cromo fixadas com dois cimentos resinosos, com e sem a aplicação dos “primers” silanos e adesivos. Foram confeccionados cilindros em liga de níquel-cromo (Kromalit-Knebel), padronizados com as seguintes dimensões: 12 mm de altura, 6 mm de diâmetro e um orifício perpendicular ao longo eixo, posicionado a 2 mm de uma das extremidades. As fundições agrupadas em pares foram separadas em 8 grupos, para serem fixadas face a face com os cimentos resinosos Enforce-Dentsply (Grupos 1 a 4) e Rely X ARC-3M ESPE (Grupos 5 a 8), nas seguintes variáveis: sem “primer” e sem adesivo (G1); com “primer” (Silano – Dentsply) e sem adesivo (G2); sem “primer” e com adesivo (Prime e Bond 2.1 – Dentsply) (G3); com “primer” (Silano - Dentsply) e com adesivo (Prime e Bond 2.1 – Dentsply) (G4); sem “primer” e sem adesivo (G5); com “primer” (Ceramic Primer – 3M ESPE) e sem adesivo (G6); sem “primer” e com adesivo (Single Bond – 3M ESPE) (G7); e com “primer” (Ceramic Primer – 3M ESPE) e com adesivo (Single Bond – 3M ESPE) (G8). Os ensaios da resistência da união à tração foram realizados após 24 horas, em máquina Instron 4444 (0,5 mm/min). Os resultados, analisados por ANOVA 2 e teste de Scheffe (p<0,05), demonstraram que aplicação dos adesivos aumentou significativamente a resistência da união dos cimentos resinosos à liga de níquel-cromo.

Texto completo: PDF



Research
Support Tool
  For this
avaliação pelos pares artigo
  Context
  Action

Capa | Atual | Arquivos | Sobre | Avisar | Contato | Buscar | Acesso