English Espaol

Buscar artigos: em     Busca Avançada

RGO - Revista Gaúcha de Odontologia > Vol. 57, N° 1 (2009)

open journal systems


Influência dos agentes clareadores na microdureza de resina composta nanoparticulada / Influence of bleaching agents on the microhardness of nanoparticle resin composite

Anne Buss BECKER
Simone Xavier Silva COSTA
Alessandra Nara de Souza RASTELLI
Marcelo Ferrarezi de ANDRADE
Vanderlei Salvador BAGNATO
Carlos Alexandre Souza BIER



Resumo

Objetivo: Avaliar o efeito dos agentes clareadores na microdureza de uma resina composta nanoparticulada. Métodos: Vinte e oito corpos de prova cilíndricos (8 x 1mm) de resina Filtek Supreme XT (3M ESPE, Sumaré, Brasil) foram preparados e divididos em 5 Grupos. A microdureza Vickers inicial foi mensurada (carga de 50 gramas força por 30 segundos) na superfície de topo dos corpos de prova. Os grupos foram tratados e divididos da seguinte maneira: G1) saliva artificial (21 dias - controle); G2) gel de peróxido de hidrogênio 7% aplicado por 4h/dia, durante 14 dias; G3) peróxido de carbamida 10% por 4h/dia, durante 14 dias: G4) gel de peróxido de hidrogênio 35% aplicado em três sessões de 30 minutos cada, com intervalo entre sessões de uma semana (21 dias); e G5) peróxido de carbamida a 35%, três sessões de 30 minutos cada, com intervalo entre sessões de uma semana (21 dias). As superfícies de topo dos corpos de prova receberam os tratamentos e foram submetidas ao teste de microdureza Vickers. Resultados: Os resultados obtidos foram submetidos à Análise de Variância a um critério fixo, com nível de significância p=0,05. Não foram observadas diferenças significativas entre os tratamentos testados (p=0,42) quando comparados com G1. Diferenças significativas (Teste Tukey) foram encontradas quando comparados os valores de microdureza inicial com os valores após os tratamentos experimentais (p<0,01). Conclusão: A aplicação dos agentes clareadores não alterou a microdureza das resinas compostas. Portanto não há necessidade de troca das restaurações após o clareamento.

Termos de indexação: clareamento de dente; resinas compostas; dureza.



Abstract

Objective: To assess the effect of bleaching agents on the microhardness of nanoparticle resin composite. Methods: Twenty-eight cylindrical test specimens (8x1mm) of FiltekTM Supreme XT resin (3M/ESPE) were prepared and divided into 5 groups. The initial Vickers microhardness was measured (load of 50 grams force for 30 seconds) on the top surface of the test specimens. The groups were treated and divided as follows: G1 – artificial saliva (21 days - control); G2 - 7% hydrogen peroxide gel applied for 4h/day, for 14 days; G3 - 10% carbamide peroxide for 4h/day, for 14 days: G4 – 35% hydrogen peroxide gel applied in three sessions of 30 minutes each, with an interval of one week (21 days) between the sessions; G5 - 35% carbamide peroxide, three sessions of 30 minutes each, with an interval of one week (21 days) between the sessions. The top surfaces of the test specimens received treatment and were submitted to the Vickers microhardness test. Results: The results obtained were submitted to the Analysis of Variance at a fixed criterion, at a level of significance of p=0.05. No significant differences were observed among the treatments tested (p=0.42) when compared with G1. Significant differences (Tukey test) were found when the initial microhardness values were compared with the values after experimental treatments (p<0.01). Conclusion: The application of bleaching agents did not alter the microhardness of resin composites. Therefore, there is no need to change restorations after bleaching.

Indexing terms: tooth bleaching; composite resins; hardness.


Texto completo: PDF



Research
Support Tool
  For this
avaliação pelos pares artigo
  Context
  Action

Capa | Atual | Arquivos | Sobre | Avisar | Contato | Buscar | Acesso