English Espaol

Buscar artigos: em     Busca Avançada

RGO - Revista Gaúcha de Odontologia > Vol. 57, N° 4 (2009)

open journal systems


Prevalência de cárie e sua relação com o tipo de aleitamento em bebês da Maternidade Cândida Vargas / Prevalence of caries and is relationship with the type of feeding in babies in the Cândida Vargas Maternity hospital

Débora de Araújo MILFONT
Eliane Batista de MEDEIROS
Ricardo Cavalcanti DUARTE



Resumo

RESUMO

Objetivo: Verificar a prevalência de cárie dentária e a sua relação com o aleitamento noturno, hábitos de higiene noturna e sexo, da Maternidade Cândida Vargas em João Pessoa, Paraíba. Métodos: A população de estudo contou com cinquenta crianças entre 12 e 48 meses, mental e fisicamente saudáveis. Foi um estudo de prevalência descritiva com procedimento estatístico, empregando técnica de documentação direta, por meio de formulários e os exames clínicos realizados por um único examinador calibrado (Kappa = 1). Para diagnóstico de cárie dentária, utilizaram-se os critérios da Organização Mundial de Saúde. Foram realizadas entrevistas com os pais das crianças para caracterizar o padrão de aleitamento e higiene. A análise dos dados foi trabalhada pela estatística descritiva (frequência e porcentagem) e analítica, utilizando o teste estatístico qui-quadrado de Pearson (p<0,05) e exato de Fischer. Resultados: A prevalência de cárie dentária foi de 28%, a maioria dos pais relatou realizar a higienização diurna da cavidade bucal das crianças (60%) e o tipo de aleitamento prevalente foi o leite em pó (52%). O ceo-d médio foi de 0,28 com 16% das crianças com cárie precoce da infância. Não houve associação estatisticamente significante para nenhuma das variáveis analisadas. Conclusão: A prevalência de crianças livres de cárie dentária foi alta, no entanto a pouca higiene após a mamada noturna e a introdução precoce da mamadeira e do leite artificial são dados preocupantes, os quais sugerem a necessidade de reforço das medidas educativas para os pais.

Termos de indexação: aleitamento materno; cárie dentária; dente decíduo; higiene bucal.


Abstract

Objective: Verify the prevalence of dental caries and its relationship with the type of feeding, oral hygiene habits, and gender of children at the Cândida Vargas Maternity hospital in João Pessoa, Paraíba, Brazil. Methods: The study population included 50 mentally and physically healthy children ranging from 12 the 48 months of age. This was descriptive study using direct documentation (forms) and the clinical examinations performed by one calibrated examiner (Kappa = 1). Dental caries diagnosis was according to World Health Organization criteria. Interviews were conducted with the parents for information about the children’s oral hygiene and dietary habits. Data was analysed by means of descriptive statistics (frequencies and percentages) and statistical analyses, using the Pearson Chi – Square and Fisher tests. Results: the prevalence of dental caries was 28%; the majority of the parents cared for the children’s daytime oral hygiene (60%), and the prevalent type of feeding was with powdered milk. The average dmf-t was 0.28 and 16% of children had early childhood caries. There was no statistically significant association with any of the variables studied. Conclusion: the prevalence of caries–free children was high. However, the poor oral hygiene after nocturnal breast-feeding and the early introduction of artificial milk, especially with bottle feeding suggests the need to reinforce educational strategies for the parents.

Indexing terms: breast feeding; dental caries; deciduous tooth; oral hygiene.


Texto completo: PDF



Research
Support Tool
  For this
avaliação pelos pares artigo
  Context
  Action

Capa | Atual | Arquivos | Sobre | Avisar | Contato | Buscar | Acesso