English Espaol

Buscar artigos: em     Busca Avançada

RGO - Revista Gaúcha de Odontologia > Vol. 59, N° 3 (2011)

open journal systems


Educação em saúde em comunidades quilombolas / Health education in quilombola communities

Sabrina Alessandra RODRIGUES
Matheus Guilherme LUCAS
Shara Tabita da Silva CERQUEIRA
Aparecida da Silva BRAGA
Luís Geraldo VAZ



Resumo

Objetivo
Avaliar o conhecimento sobre saúde bucal dos pais e filhos presentes nas comunidades quilombolas localizadas na região do Vale do Ribeira, São Paulo.

Métodos
Foram desenvolvidas nas comunidades (André Lopes, Ivaporunduva, Pedro Cubas e Sapatu) atividades educativas e preventivas sobre saúde bucal com as crianças, por meio de palestras, orientações de técnica de escovação, escovação em massa supervisionada, revelação de biofilme dental e aplicação tópica de flúor. Os pais das crianças também participaram das atividades em que foram avaliados sobre a saúde bucal de seus filhos, por meio da aplicação de um questionário padronizado. Além disso, também foi realizada a análise da água de abastecimento das
comunidades.

Resultados
As crianças apresentaram-se entusiasmadas, receptivas e participativas durante o desenvolvimento das atividades educativas e preventivas. Sobre a aplicação dos questionários, 56,0% dos pais declaram que é ruim a saúde bucal dos seus filhos e 47,2% costumam acompanhar a higienização bucal até os seis anos de idade, aproximadamente, sendo que esse acompanhamento não é frequente.

Conclusão
Concluiu-se que pais e filhos quilombolas possuem pouco conhecimento sobre saúde bucal, assim observa-se à necessidade de maior atenção à saúde bucal nessas comunidades, por meio de frequentes ações de educação e promoção de saúde bucal.

Termos de indexação: Crianças. Educação em saúde. Saúde bucal.


ABSTRACT

Objective
To appraise the oral health knowledge of parents and children from the quilombola communities located in the Ribeira Valley, Sao Paulo.

Methods
Preventive and educational activities in oral health were developed with children in the communities (Andre Lopes, Ivaporunduva, Pedro Cubas and Sapatu) including lectures, guidance on tooth brushing techniques, supervised mass brushing, detection of tooth biofilm and
topical application of fluoride. Parents also participated in the activities. They were evaluated on the oral health of their children by means of
a standard questionnaire. The water supply of the communities was also analyzed.

Results
The children participated enthusiastically and responsively in the preventive and educational activities. As to the questionnaires, 56% of parents stated that their children’s oral health was poor and 47.2% of them usually follow up on their children’s oral hygiene until they are approximately six years old, but this follow-up is not frequent.

Conclusion
We conclude that quilombola parents and children have very little knowledge about oral health. Therefore increased attention to oral health is required in these communities by means of frequent oral health education and promotion.

Indexing terms: Children. Health education. Oral health.


Texto completo: PDF



Research
Support Tool
  For this
avaliação pelos pares artigo
  Context
  Action

Capa | Atual | Arquivos | Sobre | Avisar | Contato | Buscar | Acesso