English Espaol

Buscar artigos: em     Busca Avançada

RGO - Revista Gaúcha de Odontologia > Vol. 60, N° 1 (2012)

open journal systems


Cavity instrumentation with chemical vapor deposition diamond-coated bur / Instrumentação cavitária com uso de ponta diamantada obtida pela tecnologia da Deposição Química por Vapor

Flávia Pardo Salata NAHSAN
Luciana Mendonça da SILVA
Rafael Francisco Lia MONDELLI
Paula Costa Pinheiro SAMPAIO
Luciana Fávaro FRANCISCONI
Polliana Mendes Candia SCAFFA
Eduardo Bastista FRANCO



Resumo

ABSTRACT

High- and low-speed rotary dental handpieces have been used for a long time in restorative dentistry for cavity preparation. However, problems inherent to conventional burs, such as noise, heat and vibration, have led to the development of new dental burs, such as the chemical vapor deposition diamond-coated bur. Its advantages are many, such as less noise, less pain for the patient, precise cutting, conservative cavity preparation, longer lifetime, less injury to the dental structures, no cutting of soft tissues and easier access of the carious lesion. This case report uses a chemical vapor deposition diamond-coated bur to prepare a cavity by direct proximal access, preserving the marginal ridge. The cavity was then filled with glass ionomer cement. The clinical outcome was satisfactory. Direct access to the cavity was possible because of the chemical vapor deposition diamond-coated bur, resulting in comfort for the patient and dentist.

Indexing terms: Dental caries. Dental cavity preparation. Glass ionomer cements.


RESUMO

Os instrumentos rotatórios convencionais têm sido utilizados em alta e/ou baixa velocidade há tempos para a confecção de cavidades na odontologia restauradora. Contudo, problemas inerentes a estes equipamentos, como o ruído, calor e vibração mecânica levaram ao desenvolvimento de novos instrumentos, como a ponta de diamante pela tecnologia Deposição Química por Vapor. Esta apresenta uma série de vantagens como menor ruído, procedimento menos doloroso, desgaste preciso e preparo conservador, maior durabilidade da ponta, menor injúria à estrutura dentária, não corta os tecidos moles e acesso facilitado à lesão cariosa. Este trabalho apresenta um relato de caso clínico demonstrando o uso da ponta de diamante Deposição Química por Vapor para a confecção de um preparo cavitário proximal com acesso direto, com preservação da crista marginal, restauração com cimento de ionômero de vidro. O resultado clínico satisfatório foi conseguido, com acesso direto à cavidade em detrimento à configuração das pontas utilizadas, proporcionando conforto para o paciente e cirurgião dentista.

Termos de indexação: Carie dentária. Preparo da cavidade dentária. Cimentos de ionômeros de vidro.


Texto completo: PDF



Research
Support Tool
  For this
avaliação pelos pares
  Context
  Action

Capa | Atual | Arquivos | Sobre | Avisar | Contato | Buscar | Acesso