English Espaol

Buscar artigos: em     Busca Avançada

RGO - Revista Gaúcha de Odontologia > Vol. 54, N° 3 (2006)

open journal systems


Prevalência de DTM em diferentes faixas etárias

Juliana de Paiva Tosato
Paulo Henrique Ferreira Caria



Resumo

Introdução: Disfunção Temporomandibular (DTM) é uma doença multifatorial que pode acometer várias faixas etárias, prevalecendo entre 20 e 45 anos, porém, tem se manifestado com freqüência em crianças e adolescentes. Objetivo: O presente estudo objetivou verificar a prevalência de sinais e sintomas de DTM em crianças e universitários. Método: Foram entrevistadas mães de 90 crianças entre três e sete anos de idade, e 107 universitários, com idade entre 17 e 38 anos. Os entrevistados foram divididos em dois grupos: Grupo I: Questionários enviados para as mães das crianças; Grupo II: Questionários entregues para universitários. Resultados: Após a análise dos questionários, foi constatada a diferença na prevalência de sintomas de disfunção entre os grupos avaliados. Não houve diferença estatisticamente significante entre os dois gêneros avaliados, em ambos os grupos (p > 0,05), no entanto, houve diferença na prevalência dos sintomas entre o grupo I e o II, referente á prevalência de dor na musculatura mastigatória, cefaléia e bruxismo (p < 0,05). Conclusão: É possível sugerir que a presença dos sintomas de DTM tornam-se mais freqüentes entre os adolescentes que entre as crianças. Desse modo, o diagnóstico precoce, facilita o tratamento e evita malefícios na fase adulta.

Texto completo: PDF



Research
Support Tool
  For this
avaliação pelos pares artigo
  Context
  Action

Capa | Atual | Arquivos | Sobre | Avisar | Contato | Buscar | Acesso