English Espaol

Buscar artigos: em     Busca Avançada

RGO - Revista Gaúcha de Odontologia > Vol. 58, N° 1 (2010)

open journal systems


Conhecimento dos cirurgiões-dentistas em relação ao câncer bucal / Knowledge of dentists as regards oral cancer

Michelle Miranda Lopes FALCÃO
Técia Daltro Borges ALVES
Valéria Souza FREITAS
Thereza Christina Bahia COELHO



Resumo

Objetivo: Verificar o conhecimento do cirurgião-dentista em relação ao câncer bucal em Feira de Santana, Bahia, no ano de 2006. Métodos: Realizou-se um estudo exploratório no qual foi aplicado um questionário a amostra aleatória de 240 cirurgiões-dentistas de Feira de Santana, Bahia, em 2006. Resultados: Entre os entrevistados, verificou-se que 62,9% eram mulheres e 62,9% possuíam de 20 a 37 anos de idade. Dos profissionais entrevistados, 21,1% relataram não investigar a presença de lesões bucais na primeira consulta, sendo que 69,5% dos profissionais consideraram baixo seu nível de confiança para realizar procedimentos de diagnóstico de câncer bucal. Apenas 3,7% dos entrevistados obtiveram o conceito ótimo em relação ao conhecimento. Conclusão: Os cirurgiões-dentistas de Feira de Santana, Bahia, não apresentaram o conhecimento mínimo necessário em relação a doença. Essa situação sugere a necessidade de reformulação do ensino, a fim de capacitar os profissionais ao diagnóstico precoce e o investimento em políticas públicas saudáveis que possibilitem a adoção de estratégias de redução da morbimortalidade da doença.

Termos de indexação: diagnóstico bucal; fatores de risco; neoplasias bucais; odontólogos.


ABSTRACT

Objective: To verify the knowledge of dentists from Feira de Santana, Bahia, with regard to oral cancer in 2006. Method: An exploratory study was conducted in which a questionnaire was applied to a random sample of 240 dentists in Feira de Santana, Bahia, in 2006. Results: Among those interviewed, it was found that 62.9% were women and 62.9% were between the ages of 20 and 37 years. Of the professionals interviewed, 21.1% reported not investigating the presence of oral lesions in the first consultation, and 69.5% of professionals considered their level of confidence low for performing diagnostic procedures for oral cancer. Only 3.7% of the interviewees obtained an excellent grade with regard to their knowledge. Conclusion: The dentists from Feira de Santana, Bahia, did not show minimum necessary knowledge with regard to the disease. This situation suggests the need to reformulate education in order to qualify professionals to diagnose the disease early, and investments in public health policies that enable the adoption of strategies to reduce morbidity and mortality of the disease.

Indexing terms: diagnosis oral; risk factors; mouth neoplasms; dentists.


Texto completo: PDF



Research
Support Tool
  For this
avaliação pelos pares
  Context
  Action

Capa | Atual | Arquivos | Sobre | Avisar | Contato | Buscar | Acesso