English Espaol

Buscar artigos: em     Busca Avançada

RGO - Revista Gaúcha de Odontologia > Vol. 59 (2011)

open journal systems


Avaliação fonética em pacientes portadores de próteses dentárias / Phonetics evaluation in prosthetic patients

Priscila Brenner HILGENBERG
Vinicius de Carvalho PORTO



Resumo

Um procedimento odontológico deve sempre combinar estética, fonética, funções de mastigação e deglutição, funções orais e equilíbrio neuromuscular. O objetivo deste estudo é revisar na literatura os principais conceitos da fala de maneira geral a partir de conceitos, definições e mecanismo de produção da fala com os aspectos que envolvem o tratamento odontológico. Através das informações obtidas, propor uma ficha de conferência fonética a ser usada durante a confecção de próteses dentárias. A reabilitação fonética pode ser feita pelo reposicionamento e recontorno dos dentes, restabelecimento da dimensão vertical de oclusão, do espaço funcional livre e do espaço livre da fala, recontorno ou reanatomização do palato de próteses. A produção correta dos sons pode ser influenciada pela presença de mordida aberta anterior, por mal-posicionamento dentário, por ausências dentárias, pelo contorno e anatomia inadequados das próteses, por alterações da dimensão vertical de oclusão, do espaço mínimo da fala e discrepâncias de overjet e overbite. Os dois fenômenos principais de desvios na articulação da fala são chamados lisping e whistling. Caracterizam-se pelo escape de ar com substituição de sons ou ceceio e assobio, respectivamente. Sendo que para o tratamento odontológico o fonema mais importante a ser conferido é o /s/. O cirurgião-dentista deve atentar para ao confeccionar uma nova prótese não incorrer em erros que gerem alterações fonéticas. Para a correta produção da fala, obrigatoriamente deve haver uma sintonia entre os seus articuladores e equilíbrio no sistema estomatognático.

Termos de indexação: Fonética. Oclusão dentária. Prótese dentária.


ABSTRACT

Dental procedures must respect esthetics, phonetics, masticatory and deglutition functions, oral functions and the neuromuscular system. The purpose of the present study is to make a literature review of the most important aspects of speech related to dental prostheses. Furthermore, propose a speech conference list to be used during dental treatment. Speech rehabilitation can be done by the reshape of teeth and palate of the dental prosthesis, reestablishment of the vertical dimension, of the free functional space and closest speaking space. For dental procedures, during the adjustment of prostheses, the most important sound is /s/. The correct production of speech might be altered when there is anterior open bite, teeth in bad position, teeth loss, inadequate shape and anatomy of teeth, alteration in vertical dimension, in free functional space and closest speaking space, discrepancy between overjet and overbite. The two most common speech errors are lisping and whistling. They are characterized as escape of air with substitution of certain sounds and whistle, respectively. All dentists must be aware not to install a new dental prosthesis with new speech sensations or alterations. To the correct production of sound, it is compulsory that all speech articulators and the stomatognathic system are well-balanced.

Indexing terms: Phonetics. Dental occlusion. Dental prosthesis.


Texto completo: PDF



Research
Support Tool
  For this
avaliação pelos pares
  Context
  Action

Capa | Atual | Arquivos | Sobre | Avisar | Contato | Buscar | Acesso