English Espaol

Buscar artigos: em     Busca Avançada

RGO - Revista Gaúcha de Odontologia > Vol. 57, N° 3 (2009)

open journal systems


Selamento de cimentos provisórios em endodontia / Sealing of temporary cements in endodontics

Eduardo Gomes FERRAZ
Carolina Montagn CARVALHO
Maria Cristina Teixeira CANGUSSU
Sílvio ALBERGARIA
Antônio Luiz Barbosa PINHEIRO
Aparecida Maria Cordeiro MARQUES



Resumo

Objetivo: Avaliar a microinfiltração coronária de três materiais restauradores temporários utilizados em Endodontia: Bioplic® (Biodinâmica, Londrina, Brasil), IRM® (Dentsply, Petrópolis, Brasil) e Coltosol® (Vigodent, Bonsucesso, Brasil). Métodos: Foram utilizados quarenta pré-molares inferiores íntegros, extraídos, divididos em quatro grupos: Grupo I - material restaurador provisório fotopolimerizável Bioplic® (Biodinâmica, Londrina, Brasil) associado a sistema adesivo; Grupo II - Bioplic® (Biodinâmica, Londrina, Brasil); Grupo III - material restaurador provisório à base de óxido de zinco e eugenol IRM® (Dentsply, Petrópolis, Brasil); Grupo IV - material restaurador provisório pronto para uso Coltosol® (Vigodent, Bonsucesso, Brasil). Os dentes foram imersos em solução de Rodamina B 1% e armazenados em estufa a 37ºC por 24 horas, procedendo-se à ciclagem térmica por sete dias. As temperaturas na câmara variaram em 5, 37 e 50ºC. Após a secção longitudinal dos dentes no sentido vestíbulo-lingual, a infiltração foi medida em milímetros e analisada estatisticamente através da ANOVA e teste de Tukey, com um nível de significância de 5%.
Resultados: No grupo em que foi utilizada a técnica do Bioplic® (Biodinâmica, Londrina, Brasil) associado ao ataque ácido foram observados menores índices de infiltração (0,37 ± 0,24), detectando-se diferença estatisticamente significante (p<0,05) entre os grupos I e III, I e IV, II e III. Conclusão: Desta forma, todos os materiais testados apresentaram infiltração coronária, entretanto, com a utilização do Bioplic® (Biodinâmica, Londrina, Brasil) associado ao ataque ácido, foram observados os menores índices, demonstrando assim sua efetividade.

: Termos de indexação: endodontia; infiltração dentária; restauração dentária temporária.


Abstract

Objective: The aim of this study was to assess the coronal leakage of three temporary cements in endodontics: Bioplic® (Biodinâmica, Londrina, Brazil), IRM® (Dentsply, Petrópolis, Brazil) and Coltosol® (Vigodent, Bonsucesso, Brazil). Methods: Forty human pre-molars were divided into four groups: I (Bioplic® + adhesive system), II (Bioplic®, Biodinâmica, Londrina, Brasil), III (IRM®, Dentsply, Petrópolis, Brasil), and IV (Coltosol®, Vigodent, Bonsucesso, Brasil). The teeth were immersed in 1% Rodamine and kept at 37°C for 24h. They were then thermal cycled for seven days. Temperatures ranged between 5, 37 and 50°C. After longitudinal sectioning the leakage was measured in mm and statistical analysis was performed using the ANOVA and Tukey tests with a level of significance of 5%. Results: In the group in which Bioplic® was used with adhesive, a lower level of leakage was detected (0.37 ± 0.24). There was significant difference (p<0.05) between groups I and III, I and IV, II and III. Conclusion: It was concluded that all the tested material showed coronal leakage and that the use of the (Bioplic® Biodinâmica, Londrina, Brasil)plus adhesive system showed the lowest level of leakage.

Indexing terms: endodontics; dental leakage; dental restoration temporary.


Texto completo: PDF



Research
Support Tool
  For this
avaliação pelos pares artigo
  Context
  Action

Capa | Atual | Arquivos | Sobre | Avisar | Contato | Buscar | Acesso