English Espaol

Buscar artigos: em     Busca Avançada

RGO - Revista Gaúcha de Odontologia > Vol. 57, N° 1 (2009)

open journal systems


Análise da área doadora de enxerto mandibular através de tomografia computadorizada do feixe cônico para avaliação da remodelação óssea / Analysis of donor sites for mandibular bone grafts by computerized cone beam tomography to evaluate bone remodeling

Ana Carolina Gonçalves SILVEIRA
Thomaz WASSALL



Resumo

Objetivo: Analisar a área doadora de enxertos (região posterior da mandíbula) por meio de tomografias volumétricas tipo feixe cônico, para avaliação da remodelação óssea, verificando o grau de morbidade quanto a este parâmetro. Métodos: A amostra foi composta por vinte indivíduos, independente da idade, gênero e risco cirúrgico ASA I e ASA II. Foram realizadas três tomografias computadorizadas volumétricas: uma antes da cirurgia, outra sete dias após a cirurgia e a última 180 dias após a cirurgia. Foi utilizado o tomógrafo de aquisição volumétrica tipo feixe cônico e o programa de computador Dental Slice para fazer as medidas. Resultados: As estatísticas demonstraram que houve uma remodelação óssea significativa. Apesar de haverem muitas preocupações com as áreas doadoras de enxertos, não foram obtidos, na literatura, dados sobre a avaliação da remodelação óssea da área doadora. Conclusão: A remodelação média da região posterior da mandíbula, avaliada 180 dias após a remoção do enxerto, é de, em média, 81,3%, e a morbidade da região doadora posterior da mandíbula tem sido pequena, se comparada a outras regiões doadoras, tanto intrabucais como extrabucais, conforme dados da literatura específica.

Termos de indexação: remodelação óssea; tomografia computadorizada de feixe cônico; mandíbula.



Abstract

Objective: To analyze the graft donor site (posterior region of the mandible) by means of cone-beam volumetric tomographies to assess bone remodeling, verifying the degree of morbidity with regard to this parameter. Methods: The sample was composed of twenty individuals, irrespective of age, gender and ASA I and ASA II surgical risk classification. Three volume computed tomographies were performed: one before surgery, another seven days after surgery and the last 180 days after surgery. Image acquisition by volumetric cone-beam tomography and the computer program Dental Slice were used to make the measurements.
Results: Statistics showed that there was significant bone remodeling. Although there are several concerns about the graft donor sites, no data were obtained in the literature, about the assessment of bone remodeling of the donor site. Conclusion: Mean remodeling in the posterior region of the mandible, assessed 180 days after graft removal is 81.3%, on an average, and morbidity in the posterior donor site of the mandible has been small, when compared with the other donor sites, both intra-oral and extra-oral, according to the data in the specific literature.

Indexing terms: bone remodeling; cone beam computed tomography; mandible.


Texto completo: PDF



Research
Support Tool
  For this
avaliação pelos pares artigo
  Context
  Action

Capa | Atual | Arquivos | Sobre | Avisar | Contato | Buscar | Acesso